5 de agosto de 2022

Eleitorado do Nordeste cresce 8% em 2022; Maranhão teve o maior aumento do Brasil

O Nordeste teve o segundo maior crescimento no número de eleitores entre todas as regiões do país. Com um aumento de 8,1% desde as últimas eleições gerais, a região fica atrás apenas da região Norte, onde o eleitorado cresceu 8,9%.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), analisados pela Agência Tatu, em 2018, a região tinha um eleitorado de 39,2 milhões de pessoas, já este ano o eleitorado do Nordeste alcançou 42,4 milhões de eleitores.

O volume de eleitores cresceu em todos os estados do Nordeste, com destaque para o Maranhão, onde a população votante teve um salto de 11% entre os dois pleitos, o maior crescimento no eleitorado de todo o país. Já Sergipe teve o menor crescimento, apenas 6%.

Cidades onde o eleitorado mais cresceu

Alguns municípios se destacam por apresentar os maiores crescimentos de todo o Nordeste. Barreiras do Piauí, que fica no sudoeste do estado, teve um aumento de 38,81%, saindo de 2.533 eleitores em 2018 para 3.516 em 2022. A maior taxa de todo o Nordeste.

As cidades de Tibau e Extremoz, ambas no litoral do Rio Grande do Norte, também tiveram crescimentos significativos no eleitorado. Tibau, a 337 km de Natal, ampliou o seu eleitorado de 4.814 para 6.623 entre 2018 e 2022,  um aumento de 37,58%. Já Extremoz, que faz parte da região metropolitana de Natal, tinha 20.521 eleitores em 2018, saltando para 28.032 pessoas este ano, uma variação positiva de 36,6%.

Municípios com maior redução do eleitorado

Apesar do crescimento entre os estados do Nordeste, em 19 municípios da região houve uma redução no número de eleitores. A cidade de Caatiba, localizada no sudoeste baiano, apresentou a maior queda de todo a região. Enquanto em 2018 havia 7.910 votantes, em 2022 são 6.548, uma redução de 17%.

A queda também foi notável nos municípios de Maraial (PE), com uma redução de 5%, e São João do Jaguaribe (CE), com variação negativa de 4,6%.

Eleitorado de Alagoas

Alagoas teve um aumento de 6,29% em seu eleitorado, que subiu de 2.187.967 para 2.325.656 votantes entre 2018 e 2022.

Apesar da capital, Maceió, ser o maior colégio eleitoral de Alagoas, houve pouca variação no número de eleitores na cidade entre 2018 e 2022 (5,4%). Outros municípios obtiveram um aumento mais expressivo.

É o caso de Satuba, que apresentou o maior crescimento no estado, com 26,55% votantes a mais, subindo de 9.877 em 2018 para 12.499 em 2022. Outros municípios também apresentaram aumento, como Belo Monte (17,61%), São Miguel dos Milagres (14,40%) e Marechal Deodoro (14,25%).

Em Alagoas, somente Matriz de Camaragibe (-0,73%) e Colônia Leopoldina (-0,59%) apresentaram queda na quantidade de eleitores.

Eleitorado da Bahia

Com um acréscimo de 8,64%, o eleitorado baiano subiu de 10.393.170 em 2018 para 11.291.528 em 2022. A Bahia é o estado com o maior eleitorado de todo o Nordeste.

Dos 417 municípios do estado, alguns tiveram destaque. A cidade de Luís Eduardo Magalhães foi o colégio eleitoral com o maior aumento da Bahia: 31,87%, saltando de 53.094 votantes em 2018 para 70.016 em 2022.

Santa Cruz Cabrália (23,52%), Itacaré (23,09%), Salinas da Margarida (22,66%) e Lauro de Freitas (21,29%) também apresentaram aumentos expressivos.

Já os colégios eleitorais de Caatiba (-17,22%), Itapé (-1,68%) e Lajedão (-0,71%) foram os que apresentaram as maiores reduções do estado.

Eleitorado do Ceará

O aumento do eleitorado no Ceará foi de 6.344.483 em 2018 para 6.820.673 em 2022, ou seja, 7,51%.

Entre os municípios cearenses, Jijoca de Jericoacoara teve um acréscimo de 36,03% no número de eleitores, saindo de 13.404 pessoas em 2018 para 18.234 pessoas em 2022. Pacatuba (21,97%) e Eusébio (19,69%) também apresentaram aumentos significativos do eleitorado.

Na contramão, São José do Jaguaribe (-4,57%), Saboeiro (-2,46%) e Senador Pompeu (-0,28%) foram os únicos municípios a reduzir o número de eleitores.

Eleitorado do Maranhão

Em 2018, o Maranhão tinha 4.537.237 eleitores. Com um aumento para 5.042.999 votantes em 2022, o acréscimo foi de 11,15%. Essa foi a maior taxa de variação de todo o Nordeste e do Brasil.

Bom Lugar foi o colégio eleitoral com maior destaque entre os 217 municípios do estado, tendo crescido 27,94%. O número de votantes foi de 8.646 em 2018 para 11.062 em 2022. Satubinha (25,33%), Tutóia (25,22%) e Pinheiro (23,69%) também obtiveram variações positivas e de percentuais próximos.

Além de apresentar a maior variação nacional e regional, o estado não teve redução em nenhum município.

Eleitorado da Paraíba

A Paraíba teve um crescimento de 7,81% no seu eleitorado, saindo de 2.867.649 eleitores em 2018 para 3.091.684 em 2022.

A cidade de Mato Grosso teve aumento de 25,82%, partindo de 2.576 votantes para 3.241 entre 2018 e 2022. Bernardino Batista (25,73%), Conde (23,60%) e Poço Dantas (23,35%) foram outros municípios com crescimento de eleitorado no período. Nenhum município teve redução no seu eleitorado.

Eleitorado de Pernambuco

O eleitorado de Pernambuco teve um acréscimo de 6,82%. Com um colégio eleitoral de 6.570.072 votantes em 2018, o estado chega a 2022 com 7.018.098 eleitores.

A maior taxa de aumento de Pernambuco foi na Ilha de Fernando de Noronha. O colégio eleitoral era de 2.743 eleitores em 2018, já em  2022 passou a ter 3.362 cidadãos votantes, uma variação de 22,57%.

Granito (20,84%), Calçado (16,40%) e Petrolina (15,77%) também cresceram. O estado também teve algumas reduções: Maraial (-5,18%), Palmeirina (-2,95%) e Lagoa dos Gatos (-0,23%) são os municípios que obtiveram queda no seu eleitorado.

Eleitorado do Piauí

O Piauí teve aumento de 8,56% de eleitores, saindo de 2.370.894 para 2.573.810 em 2022.

A cidade de Barreiras do Piauí, teve um acréscimo de 38,81% em seu eleitorado, enquanto em 2018 havia 2.533 votantes, em 2022 o número saltou para 3.516. Além de obter o maior aumento no estado, também apresentou o maior aumento de toda a região Nordeste. Na sequência os maiores crescimentos do estado foram em São Gonçalo do Gurguéia (25,97%), São Luis do Piauí (25,29%) e Canavieira (24,99%).

No Piauí, só o município de Francisco Santos (-1,09%) teve redução no número de eleitores.

Eleitorado do Rio Grande do Norte

No Rio Grande do Norte havia 2.373.619 eleitores em 2018 e passou a ter 2.554.727 votantes em 2022, o que representa um aumento de 7,63%.

Tibau foi o principal colégio eleitoral no quesito de ampliação. Com 37,58% votantes a mais, o município saltou de 4.814 para 6.623 eleitores entre 2018 e 2022. Logo atrás de Tibau está a cidade de Extremoz (36,60%), seguida por Paraná (24,49%), Bodó (21,60%) e Tibau do Sul (20,50%).

Dos 167 municípios do estado, somente Pedro Avelino (-4,29%) teve redução na sua população votante.

Eleitorado de Sergipe

Em Sergipe, que teve a menor variação, o aumento foi de 6,01% eleitores, uma mudança de 1.577.058 em 2018 para 1.671.801 votantes em 2022.

Entre os 75 municípios, Barra dos Coqueiros com variação de 19,12% foi o que apresentou maior crescimento no número de eleitores. A cidade saiu de 21.122 eleitores registrados na última eleição geral, para 25.160 em 2022. Brejo Grande (14,01%), Santo Amaro das Brotas (13,47%) e General Maynard (12,91%) foram outros colégios eleitorais que tiveram aumentos expressivos.

Carmopólis (-1,09%) foi o único município de Sergipe a reduzir seu eleitorado no período.

Fonte: Agência Tatu 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *