10 de junho de 2022

Emater faz palestra sobre assistência técnica para alunos do Cesmac

Superintendente Rita de Cássia ministra palestra sobre Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) digital participativa

A superintendente do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater), Rita de Cássia, fez palestra sobre “Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) digital participativa” no evento Extensivet, realizado pelo curso de Medicina Veterinária do Cesmac, na quinta-feira (9), no campus de Marechal Deodoro.

A palestra da superintendente da Emater teve como foco o uso das tecnologias digitais como “alavanca” para que os diálogos no meio rural ocorram de maneira participativa entre os integrantes.

“É de suma importância estabelecer a articulação da Ater Pública com as instituições de ensino, buscando a formação de parcerias, fóruns de debates e outros métodos de integração entre a Emater e ensino para os estudantes vivenciarem momentos de reflexão e de compartilhamento de práticas de uma nova metodologia pedagógica de Ater”, ressaltou Rita.

Ao todo, seis extensionistas, três supervisores regionais, 374 alunos – entre turmas do 1º ao 9º período – e oito professores participaram do evento. Os universitários fizeram 43 trabalhos de extensão, que abrangem as situações de seis propriedades rurais assistidas pela Emater.

A coordenadora do curso, Gilsan Aparecida, pontuou que muitas faculdades esquecem da extensão e, consequentemente, o pequeno produtor, que mantém o desenvolvimento do Estado. “A parceria com a Emater foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para o Cesmac. Foi algo fundamental, porque a prática colocou os nossos alunos em contato direto com os agricultores familiares. A Emater fez isso de forma brilhante, porque os técnicos estavam preparados para receber os estudantes. O evento é um resultado disso, além das publicações dos trabalhos, que vão se tornar referência para o estado”.

II Extensivet

Esta é a segunda edição do Extensivet, a qual a Emater já participou no começo do evento em abril, por meio de uma parceria com o centro universitário, com a realização de práticas extensionistas com os alunos do ensino superior, supervisionados pelos técnicos do Instituto e pelos professores.

Durante as conversas com os agricultores, os alunos observaram todas as práticas desenvolvidas na propriedade em questão, identificaram os possíveis problemas e apresentaram uma possível solução no seminário desta quinta, que será passada ao produtor.

João Arthur Sampaio / Ascomm Emater

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *