14 de junho de 2022

Apenados plantam milho e colhem 4 mil espigas da horta do sistema prisional

Mais de quatro mil espigas de milho foram colhidas da horta do sistema prisional. Ascom Seris

O principal alimento da festa junina foi plantado e colhido por apenados do sistema prisional alagoano. Nos hectares destinados à horta cuidada pelos custodiados, mais de quatro mil espigas de milho foram retiradas e destinadas a setores da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris).

Por ser um trabalho coletivo, o plantio e a colheita melhoram a convivência no cárcere. É uma aposta da gestão da Seris que já investe em trabalho e renda para reintegração dos apenados.

O sistema prisional alagoano dispõe de uma horta que fornece também alimentos para instituições, que as repassam a quem mais precisa.

Segundo a policial penal Cynthia Moreno, gerente de Educação, Produção e Laborterapia (GEPL) da Seris, a horta conta com mais de nove hectares e reúne plantio de orgânicos como macaxeira, batata doce, milho, coentro e feijão, assim como área destinada ao cultivo de peixes.

Regina Carvalho / Ascom Seris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *