25 de novembro de 2021

Black Friday: professor de Economia dá 5 dicas de como não cair numa fria

Esperada por consumidores e lojistas, a Black Friday tem sua edição de 2021 nesta sexta-feira (26) com promessas de excelentes descontos nos mais diversos segmentos do comércio. Boa parte das lojas físicas e virtuais pretendem aproveitar ao máximo a ocasião e vão estender suas promoções até a próxima terça (30).

No entanto, o que se apresenta como uma oportunidade imperdível pode se tornar uma cilada. O economista e professor do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL), Lucas Sorgato, dá cinco dicas de como não cair numa fria, fazer compras conscientes e sem se endividar:

  1. Necessidade: “Você realmente tem necessidade de comprar algo? É a primeira coisa que você precisa ter em mente. Comprar numa promoção algo que você não está precisando é jogar dinheiro fora, você está desperdiçando recursos e pode ter problemas lá na frente”, alerta o especialista;
  2. Compra pensada: o ideal é pensar numa compra meses antes, já para que o consumidor possa ter noção do preço previamente e assim saber se realmente está tendo um desconto interessante;
  3. Comparar preços: “Por mais que uma loja esteja na Black Friday, os concorrentes também estão. Então é essencial fazer uma pesquisa de preços entre os vários sites e várias lojas para ver qual é mais vantajoso”, explica;
  4. Opção de pagamento e planejamento financeiro: é importante analisar se o item comprado será pago à vista ou parcelado. Sorgato lembra que a compra precisa estar dentro do planejamento financeiro do consumidor. “Esse dinheiro vai fazer falta? É importante se questionar sobre isso. No caso de compra parcelada a questão é: vou conseguir pagar? Por isso é importante ver o planejamento”, recomenda.
  5. Desconfie: Por fim, mas não menos importante, é importante desconfiar dos descontos muito grandes, sites novos e sem referências, ou produtos que o consumidor nunca ouviu falar. O descuido pode levar o consumidor a adquirir um produto sem qualidade e até ser vítima de um golpe.

 

 

 

Fonte: Assessoria 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *