21 de julho de 2021

Atendente Virtual Nise reduz custo operacional e administrativo na Sefaz/AL

Transformação digital dos serviços fazendários permite a execução de autosserviços e atendimentos online

A modernização dos serviços fazendários tem trazido resultados significativos na gestão operacional e administrativa possibilitando a redução de custos para o fisco alagoano. A implantação da Atendente Virtual Nise da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), em julho de 2020, por exemplo, foi um dos aprimoramentos dos canais de atendimento promovendo a simplificação desses trâmites e maior agilidade na prestação dos serviços.

Até 2019, para se ter acesso aos serviços fazendários, os alagoanos teriam que se deslocar para alguma unidade do órgão e protocolar a demanda. De acordo com o levantamento feito pela secretaria, foram realizados 40.190 atendimentos e 132.810 impressões nas 11 Centrais Já! espalhadas pelo interior e capital, atendendo mensalmente uma média de 3 mil pessoas.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) obteve 4.445 atendimentos gerais no ano anterior à implantação da ferramenta. Já com a Nise, a procura pelo atendimento aumentou para mais de 22 mil. Para o gestor do IPVA em Alagoas, Eugênio Barros, a assistente virtual foi uma excelente iniciativa da atual gestão fazendária, quebrando paradigmas dentro do órgão à medida que substituiu os processos físicos, somando esforços ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

“Além de trazer uma celeridade sem igual aos atendimentos do setor, sobretudo no tempo de resposta dos atos administrativos dos contribuintes, a Nise trouxe uma enorme economia aos procedimentos como um todo, seja na impressão de papel, seja na diminuição de impressoras locadas. No contexto pandêmico, através do atendimento virtual, conseguimos também assegurar a saúde e integridade física dos nossos servidores e sociedade civil”, ressalta Barros.

No setor de Fiscalização e Apreensão de Mercadorias, em 2019, o controle de dados de atendimento ocorria de forma manual e o atendimento acontecia de modo presencial ou via e-mails, com média de 2000 atendimentos por mês. Com a atendente virtual da Fazenda, os serviços em questão obtiveram mais de 71 mil acessos na plataforma. No mês de maio de 2021, por exemplo, os Balcões da GEOT totalizaram cerca de 3.500 atendimentos.

O Chefe de Operações Estratégicas da Fazenda, Ozias José de Alencar, ressaltou que o atendimento virtual da Nise é uma ferramenta excepcional que foi se aprimorando constantemente e se consolidou ao trazer segurança e eficiência para centenas de contribuintes de forma diária.

“O que faz a Nise ser um sucesso é o incansável trabalho de inúmeros colegas que estão na equipe de desenvolvimento, na retaguarda e no atendimento virtual. São profissionais muito bem qualificados que, todos os dias, fazem o seu melhor, seja planejando, monitorando, dando suporte, abrindo diálogo direto com o contribuinte, tirando dúvidas, atendendo as demandas e apresentando soluções, sempre com o objetivo facilitar a vida de todos aqueles que procuram nossos serviços. É gratificante ver que, em apenas um ano, a Nise se desenvolveu tanto, levando a Fazenda para uma nova realidade”, enfatizou  Alencar.

João Henrique Siqueira e Kamilla Abely

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *