11 de junho de 2021

Secretário vistoria obras da Escola Municipal Hermínio Cardoso

Escola contará também com modificações para garantir a acessibilidade do prédio a pessoas com deficiência, como piso tátil (Foto: Leonardo André/ Ascom Semed)

O Secretário de Educação, Elder Maia, vistoriou nesta quinta-feira (10) as obras da Escola Municipal Hermínio Cardoso, em Fernão Velho, parte alta da capital. A manutenção da escola, que teve investimento de R$ 428 mil em recursos próprios, tem prazo de entrega para os próximos dois meses e terá substituição de toda a parte elétrica da construção, além de abranger sete salas de aula e envolver a construção de equipamentos, como sala de informática, vestuário e uma cozinha nova.

“Há duas semanas foram iniciadas as obras. Fomos conferir de perto e cobrar celeridade, e a previsão de entrega é para o final de agosto. A obra vai beneficiar diretamente quase 400 estudantes”, expôs o secretário Elder Maia.

A Escola Municipal atende estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental (Foto: Leonardo André/ Ascom Semed)

“Não tinha espaço para atender nossas crianças, por mais esforço que a gente fizesse, deixava a desejar”, conta a diretora da escola, Erli Pereira dos Santos. “A professora de educação física não podia fazer atividade nessa quadra porque era muito quente, muito apertado. Então, ela usava esse espaço próximo às salas de aula, que atrapalhava o andamento das atividades”.

A Escola Municipal atende estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e contará também com modificações para garantir a acessibilidade do prédio a pessoas com deficiência, como piso tátil. A diretora conta que o que mais lhe chama atenção é a qualidade da obra, especialmente na parte de alimentação escolar e lazer.

“São 14 funcionários trabalhando diariamente aqui nesta obra em alvenaria, estrutura. Realmente essa escola precisava de uma mudança radical na cara dela e nós estamos aqui hoje constatando que o ritmo está acelerado”, garante o engenheiro da Semed, Carlos Melro.

Luan Oliveira (estagiário) e Janaína Farias (Ascom Semed)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *