4 de maio de 2021

Vacina Solidária: maceioenses doam sete toneladas em alimentos

Casa de Ranquines também recebeu 200 kg em alimentos. Foto:Ascom Semas

A Campanha Vacina Solidária, da Prefeitura de Maceió, arrecadou em um mês e dois dias sete toneladas em alimentos, que já estão sendo entregues a famílias carentes e que foram afetadas pela pandemia. As doações já estão beneficiando as  famílias do assentamento Tereza de Benguela, no bairro Cidade Universitária, as crianças e adolescentes do Lar da Menina e a população em situação de rua assistida pela Casa de Ranquines, que ao todo receberam meia tonelada em alimentos.

O início da distribuição ocorreu nesta segunda-feira (3), na favela da Coca-Cola, quando 120 famílias receberam cestas básicas da Secretaria Municipal de Assistência Social.

O Lar da Menina atende a 20 meninas de 6 a 15 anos e recebeu 100 kg em alimentos da campanha.

No assentamento Tereza de Benguela vivem 578 pessoas em situação de pobreza. No local há uma cozinha comunitária onde são produzidas diariamente três refeições – café da manhã, almoço e jantar. A Campanha Vacina Solidária doou para as famílias 200 quilos de arroz, feijão, farinha de milho flocada, açúcar e macarrão.

Segundo a coordenadora estadual do Movimento dos Trabalhadores sem Teto, Sil Pinheiro, todos os dias chegam famílias no assentamento. Por causa da pandemia, muitos perderam o emprego e não conseguem mais pagar o aluguel. “Na cozinha comunitária, cada morador contribui com o alimento que tem. Juntamos esses alimentos e cozinhamos para todos. Também recolhemos hortaliças e verduras, em feiras livres e no mercado, para completar as refeições”, diz ela. “Muito obrigada a todas as pessoas que fizeram suas doações, que chegaram até a gente. Esses alimentos são a prova de que vidas importam. Continuem doando”.

Assentamento Tereza de Benguela recebeu 200 kg em doações. Fotos:Ascom Semas

Rainy Nunes, coordenadora administrativa, falou que as doações chegaram numa hora em que precisavam muito. “O arroz e o fubá só iriam durar até amanhã. Sobrevivemos de doações e essas vieram para suprir as necessidades da casa no momento certo. Muito obrigada pelas doações”, ressaltou.

A Casa de Ranquines, que acolhe a mais de 300 pessoas em situação de rua, recebeu 200 kg em alimentos como arroz, feijão, farinha de milho flocada, açúcar e macarrão.

O diretor administrativo da Semas, Rui Machado, responsável pelo recebimento, contagem e armazenamento das doações, afirmou que o resultado de campanhas como Vacina Solidária é sempre muito gratificante. “Especialmente porque estamos vendo as doações chegando à população que mais precisa. A entrega dos alimentos é a materialização do trabalho em equipe, e a satisfação no olhar das pessoas beneficiadas torna-se mais importante que qualquer outra recompensa”, afirmou emocionado.

Assentamento Tereza de Benguela, Lar da Menina e Casa de Ranquines já receberam meia tonelada. Foto:Ascom Semas

Quem for se vacinar, ou acompanhar um parente que vai se imunizado contra a Covid-19, pode fazer sua doação nos drive-thrus do estacionamento de Jaraguá e da Justiça Federal (Serraria) ou em qualquer um dos pontos fixos dos Shoppings Maceió (Mangabeiras) e Pátio (Benedito Bentes), nas Praças Padre Cícero (Benedito Bentes) e do Terminal do Osman Loureiro, além da área externa do Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho) e no Papódromo (Vergel do Lago),   das 9h às 16h.

Empresas que quiserem fazer doações para a campanha Vacina Solidária, poderão entrar em contato com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

Ascom Semas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *