27 de janeiro de 2021

Grupo de trabalho visita Mercado do Jacintinho para definir mutirão da próxima quarta

O grupo de trabalho responsável pelos mutirões de limpeza e higienização dos mercados e feiras de Maceió visitou nesta quarta-feira (27) o Mercado do Jacintinho. Secretários e técnicos vistoriaram o espaço para identificar as carências do local e as ações que irá receber no próximo dia 3, quando será fechado.

A situação encontrada chamou atenção do secretário de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária, Carlos Ronalsa, e do coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura. Eles identificaram muito lixo fora de contêineres, além da falta de práticas de higiene.

No momento da visita, a equipe encontrou restos de carne, vísceras e sangue jogados nos corredores enquanto uma funcionária paga pelos próprios permissionários fazia a limpeza. O mau cheiro predominava.

“É assustador que as pessoas se acostumaram com a imundície desse mercado. O lixo não brota do chão, não cai do céu. As pessoas jogam e convivem com ele como se fosse normal. Vamos implantar aqui uma nova cultura de higiene e segurança sanitária”, afirmou Moura.

De acordo com o secretário Ronalsa, serão necessárias muitas mudanças no mercado. “Vamos mudar desde a iluminação, ao piso, reforço na limpeza, estrutura, vigilância. Esse local está há anos sem receber um benefício, porque não tem administração. A partir da hora que tiver, vai começar a mudar”, reforçou.

Medidas necessárias

Ficou acertado que a administração do mercado vai definir novas práticas de higiene para proibir que os restos de alimentos sejam jogados no chão e para que cada banca tenha uma lixeira com saco para troca periódica.

A Superintendência de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) irá fechar com um portão uma área que hoje recebe todo o lixo de comerciantes da região e colocar em áreas externas e estratégicas os contêineres existentes.

“Hoje os contêineres ficam em uma área de difícil acesso para recolhimento. Vamos providenciar uma rampa, para facilitar a chegada dos carrinhos de mão e a limpeza pela empresa responsável, a Naturalle. Hoje a quantidade de contêineres é suficiente, mas são mal distribuídos. Tem alguns que ficam vazios enquanto outros esborram”, destacou o diretor de operações da Sudes, Aerson Mendonça de Oliveira. Outras medidas podem ser tomadas pela Secretaria de Infraestrutura e as demais pastas envolvidas na ação: Vigilância Sanitária, Assistência Social e Iluminação Pública. O Exército também dará apoio ao mutirão, que começou a ser anunciado hoje (27) aos comerciantes.

Secom Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *