13 de janeiro de 2021

Assistente virtual da Sefaz atinge mais de 70 mil acessos em 2020

A Nise da Secretaria da Fazenda vem se destacando na simplificação dos processos fazendários online; em dezembro foram registrados 5.847 especializados

A modernização dos canais de atendimento da Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL) tem gerado resultados surpreendentes. Com a implementação da atendente virtual integrada, em julho de 2020, a Secretaria vem conseguindo reduzir os custos processuais e operacionais com mais eficiência solucionando demandas diárias dos alagoanos, principalmente em período de pandemia.

A Nise fechou o ano de 2020 com mais de 70 mil acessos pelos canais, como WhatsApp com 81%, site da Sefaz com 19%. Entre 14 temas disponíveis, os mais acessados estão: Fiscalização de mercadorias 40%; Senhas e Sistemas 27%; IPVA 10%; Documentos de Arrecadação 5%; Cadastro 4%; Documentos Fiscais 4%; PROFIS 2020 4%; ICMS 2%; Certidões e declarações 2%; Outros 3%.

Promovendo a simplificação da relação fisco-contribuinte, a Secretaria da Fazenda virtualizou os serviços utilizando a inteligência virtual. Disponível no WhatsApp pelo número (82) 98137-4724 ou portal sefaz.al.gov.br, foram gerados 15 mil atendimentos especializados por 18 equipes internas da Sefaz nos mais de 60 serviços disponíveis e 420 perguntas frequentes que estão à disposição para resolver demandas mais burocráticas. Somente em dezembro, foram registrados 8.473 atendimentos e 5.847 especializados. Entre o público atendido, estão 969 são pessoas físicas, 1.781 pessoas jurídicas e 272 contadores.

Em pesquisa de satisfação, os usuários pontuaram os atendimentos com uma média de 7,8. De acordo com o líder do Projeto Estratégico do Atendimento Virtual Integrado, Jaime Roberto, o aprimoramento do atendimento acompanha a modernização e adaptação de novas tecnologias garantindo a comodidade ao cidadão mantendo a eficiência institucional fortalecida entre o fisco alagoano e o contribuinte.

“Estamos alinhando diversos serviços para que sejam ofertados digitalmente. Antes os alagoanos teriam que se deslocar às unidades fazendárias ou nas Centrais Jás!, gastos com tempo, papel. Hoje, pode ser feito no celular, um computador em qualquer lugar e hora possível. Essa economia é um passo fundamental nos processos fazendários, levando em conta uma maior eficiência no serviço público ofertado a população”, pontua Roberto.

Novos aprimoramentos estão em fase de planejamento para serem implementados à Nise nos próximos meses. O Simples Nacional, foi um deles que começou a operar na ferramenta neste mês de janeiro. Dentre os  novos serviços que estão sendo projetados, são: Benefícios Fiscais; COMEX; Julgamento/Contencioso; Tributação; Gerac; Cadastro; Nota Fiscal Cidadã; Declarações e Malhas; ITCD; Regional; e Usuário Externo SEI.

 

 

João Henrique Siqueira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *