24 de novembro de 2020

Nota Técnica: Ceaf de Palmeira dos Índios esclarece falta de medicamentos

A Prefeitura de Palmeira dos Índios, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da coordenação do CEAF (Componente Especializado da Assistência Farmacêutica), esclarece para a população a falta de medicamentos na unidade. A Prefeitura e a SMS ressaltam o compromisso com a saúde pública do município e emitem nota técnica sobre a falta de alguns medicamentos, salientando que os mesmos são de responsabilidade do governo estadual e Ministério da Saúde, ficando ao CEAF apenas a responsabilidade de repassar os mesmos para os pacientes.  

Confira a nota na íntegra:

Nota Técnica  
A coordenação do CEAF (Componente Especializado da Assistência Farmacêutica) de Palmeira dos Índios, informa à população desse município e 8ª Região que devido aos enfrentamentos e dificuldades oriundos da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, alguns medicamentos fornecidos pelo Governo do Estado e Ministério da Saúde, estão momentaneamente em falta. Segue a relação dos medicamentos e suas devidas competências.  

GRUPO 1A: Medicamentos com aquisição centralizada pelo Ministério da Saúde para tratamento das doenças contempladas no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF):
Betainterferona 1b 9.600.000 UI (300 mcg) injetável (por frasco-ampola)
Cabergolina 0,5 mg (por comprimido)
Imunoglobulina Humana 5,0 g injetável (por frasco)
Leflunomida 20 mg (por comprimido)
Pramipexol 1 mg (por comprimido)  

GRUPO 1B: Medicamentos financiados com transferência de recursos financeiros pelo Ministério da Saúde para tratamento das doenças contempladas no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF):
Amantadina 100 mg (por comprimido)
Leuprorrelina 3,75 mg injetável (por frasco-ampola)
Sacarato de hidróxido férrico 100 mg injetável (por frasco de 5 mL)
Pancreatina 10.000 UI (por cápsula)  

GRUPO 2: Medicamentos financiados pelas Secretarias de Estado da Saúde para tratamento das doenças contempladas no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF):
Azatioprina 50 mg (por comprimido)
Brimonidina 2,0 mg/mL solução oftálmica (por frasco de 5 mL)
Calcitriol 0,25 mcg (por cápsula)
Calcitriol 1,0 mcg injetável (por ampola)
Hidroxicloroquina 400 mg (por comprimido)
Insulina Glargina 100UI/mL
Lamotrigina 100 mg (por comprimido)
Salmeterol 50 mcg pó inalante ou aerossol bucal (por frasco de 60 doses)
Tiotrópio, brometo solução para inalação 2,5 mcg.  

Estamos constantemente solicitando solução para tal, e aguardando posicionamento dos órgãos competentes na regularização dessa falta. Informamos ainda que, até o último dia útil de 2020, estaremos fazendo as renovações de processos de forma automática, com algumas exceções, tais como o uso de Ledipasvir/Sofoabuvir, Velpatasvir/Sofoabuvir, Glecaprevir, Imunoglobulina Humana 5g, Gosserrelina 3,6mg e 10,8mg, paciente com Insuficiência Renal Crônica (pacientes de hemodiálise) e Hepatite C.  

Para solicitação, todos os documentos e exames exigidos pelo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas específico da doença que acomete o paciente poderão ser encaminhados por meio eletrônico (e-mail) pela equipe médica ou paciente para a Farmácia do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica de seu município, popularmente conhecida como “Farmácia de Alto Custo”. As farmácias farão o encaminhamento necessário para avaliação dos processos pela Secretaria Estadual de Saúde. A primeira dispensação, após análise e deferimento da solicitação, e recebimento do medicamento pela Unidade, ficará condicionada à entrega dos documentos originais na farmácia.  

Sem mais, estamos à inteira disposição de nossa população para esclarecimentos, e empenhados para atende-la com o devido respeito.   

Anne Patrícia de Albuquerque Ferreira  

Coordenadora Administrativa – CEAF Palmeira dos Índios  

Ascom Palmeira dos Índios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *