19 de novembro de 2020

Municípios da região Nordeste se destacam de forma negativa no Ranking de Competitividade dos Municípios

Quatro cidades do Maranhão estão entre as menos competitivas da região. João Pessoa (PB) está na melhor posição geral (70ª colocação)

Os municípios da Região Nordeste se destacaram de forma negativa na primeira edição do Ranking de Competitividade dos Municípios. A premiação é realizada pelo CLP (Centro de Liderança Pública), em parceria com a Gove e o SEBRAE, que analisa a capacidade competitiva das 405 cidades com mais de 80 mil habitantes do País. Dos 88 municípios da região Nordeste analisados, nenhum está entre os 60 primeiros colocados.

Foram avaliadas 405 cidades com mais de 80 mil habitantes, a partir de 55 indicadores, distribuídos em 12 pilares temáticos e três dimensões consideradas fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública dos municípios brasileiros. Os pilares são: Sustentabilidade Fiscal, Funcionamento da Máquina Pública, Acesso à Saúde, Qualidade da Saúde, Acesso à Educação, Qualidade da Educação, Segurança, Saneamento e Meio Ambiente, Inserção Econômica, Inovação e Dinamismo Econômico, Capital Humano e Telecomunicações.

O município mais bem colocado do Nordeste é João Pessoa (PB), na 70ª colocação, seguido por Recife (PE), na 100ª posição. Na sequência, aparecem duas cidades do Ceará e uma do Piauí: Sobral, Fortaleza e Teresina, nas 121ª, 153ª e 182ª colocações, respectivamente.

Já o Estado do Maranhão conta com quatro dos cinco piores municípios da região: Barra da Corda (390ª), Santa Inês (391ª), Bacabal (394ª) e Pinheiro (396ª). A cidade de Simões Filho, na Bahia, completa a lista na 393ª posição.

O levantamento tem o objetivo de mostrar como a competição no setor público é um elemento fundamental à promoção da justiça, equidade e desenvolvimento econômico e social dos municípios para garantir serviços públicos de mais qualidade à população.

“Depois de nove edições do Ranking de Competitividade dos Estados decidimos ampliar a análise competitiva da gestão pública também para a esfera municipal. Os recém-eleitos podem obter um amplo mapeamento dos desafios, direcionando, de forma mais precisa, a atuação das lideranças municipais para planejamento e atuação para aquilo que é prioritário. Na outra ponta, além de atrair novas empresas, também é uma ferramenta para cidadãos avaliarem e cobrarem de forma eficiente o desempenho dos formuladores de políticas públicas”, afirma Tadeu Barros, diretor de Operações do CLP.

O evento será transmitido pela redes sociais da TV Estadão e da TV Cultura , nesta quinta-feira, 19, às 9h30 e vai contar com a participação do fundador do CLP, Luiz Felipe d’Avila; do secretário do Tesouro, Bruno Funchal; do deputado Geninho Giuliani (DEM-SP); entre outros convidados. A mediação dos debates será comandada pela jornalista e apresentadora Renata Simões. Assista neste link: https://rankingdosmunicipios.clp.org.br

Para conferir todas as informações sobre a Região Nordeste no Ranking de Competitividade dos Municípios, acesse: https://competitividade.clp.org.br/ .
Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *