15 de setembro de 2020

Mais de 94% dos municípios alagoanos confirmam crescimento da Educação Básica

Tabela mostra avanços nos anos iniciais (fonte/Inep)

Alagoas não só tem conseguido se erguer como também dar passos importantes na busca de uma Educação Pública de qualidade. Agora, os municípios alagoanos dão mais um grande passo e conquistam o 2º lugar nacional no alcance de metas dos anos iniciais do ensino fundamental na edição 2019 do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). O resultado foi divulgado na manhã desta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O estado confirma seu crescimento no ensino fundamental, com 94,1% de seus municípios atingindo a média estipulada pelo Ministério da Educação (MEC), na rede pública e ficando apenas atrás do Ceará, referência internacional neste quesito.

Após a instituição e fortalecimento do Regime de Colaboração entre Estado e municípios, por meio do Programa Escola 10, o primeiro grande salto foi de 2015 para 2017, quando Alagoas saiu de 10º para 3º lugar no ranking nacional no alcance de metas do IDEB pelos municípios alagoanos, com 83,3% atingindo as metas estipuladas para os anos iniciais, atrás de Ceará e Minas Gerais.

Para a secretária de Estado da Educação de Alagoas, Laura Souza, o destaque confirma o direcionamento certo dado pelo estado, com a importância e os investimentos no Regime de Colaboração entre Estado e municípios.

“Estamos muito felizes com os resultados promovidos por esta importante parceria, a partir do Escola 10. A porcentagem de municípios que atingiram as suas metas é um forte indicativo disso e, mais uma vez, o estado de Alagoas dá provas de que seu regime de colaboração é um dos mais consistentes do país. Neste quesito, ficamos atrás apenas do Ceará, que é um estado que já trabalha com Regime de Colaboração há mais de uma década”, destaca a secretária.

Uma parceria de sucesso – Resultados alcançados por meio e ações estratégica da colaboração entre o governo estadual e os 102 municípios, fortalecidas no apoio fundamental da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime –AL). Para o presidente da Undime-AL e dirigente municipal de educação de Dois Riachos, Rubens Araújo, o resultado ratifica o compromisso com a melhoria da qualidade da educação.

“Esse avanço histórico é resultado do regime de colaboração entre estado e municípios, por meio do Escola 10. Quero destacar e agradecer o papel dos dirigentes municipais de Educação e das equipes técnicas municipais, que não mediram esforços e trabalho para esse avanço nos nossos índices, mas, sobretudo, o papel dos professores, no chão da sala de aula, e o seu compromisso em mudar a história da educação de Alagoas; aos pais, aos estudantes, aos funcionários de escola pelo envolvimento e compromisso com a história da Educação Alagoana. O nosso reconhecimento ao Governo do Estado, por meio da Seduc, que colaborou nesse processo de mudança”, reconhece Rubens.

Investimentos e ações – Com um investimento calculado em mais de R$ 30 milhões pelo governo estadual, o programa Escola 10, tem como objetivo reduzir os índices de analfabetismo, evasão escolar e a distorção idade-série. Para isso, tem direcionado ações de suporte técnico em todas as escolas, fornecimento de material didático, implantação de articuladores de ensino, formações, entre outras.

Manuella Nobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *