30 de julho de 2020

Marcos Bernardes de Mello participa de live da PGE nesta quinta-feira


Palestras no Instagram mediadas pela Coordenação do Centro de Estudos tem alcançado um grande público de operadores do Direito

O Jurista Marcos Bernardes de Mello será o convidado da série de lives transmitidas pelo Centro de Estudos da PGE de Alagoas, desde o início da pandemia. Ex-Procurador-Geral do Estado de Alagoas, ele vai falar sobre “A Lei em Fraude à Constituição” na conversa marcada para quinta-feira (30), às 18h. Alcançando um grande público de operadores do Direito, as apresentações mantiveram até agora a discussão de relevantes temas jurídicos ligados à Advocacia Pública, ampliando o aprendizado através desta nova ferramenta. Para acessar a transmissão, basta seguir o canal @pgealagoas no Instagram.

Marcos Bernardes de Mello será o 19º participante da iniciativa que, desde maio, substituiu temporariamente os tradicionais eventos presenciais da PGE como forma de prevenção ao coronavírus. A conversa foca na formação continuada do quadro de servidores, além de propiciar uma experiência gratuita e abrangente para operadores do Direito e estudantes que tenham o interesse em se aprofundar em temas atuais e desafiadores. Depois do encontro, o vídeo será disponibilizado no canal do Youtube da PGEAlagoas para futuras consultas.

O Procurador-Geral do Estado, Francisco Malaquias, destacou a importância desta live pela representatividade do Jurista Marcos Bernardes de Mello no Direito Brasileiro. “Teremos a grande honra em poder ouvir e aprender com este mestre e amigo que tive a sorte de ter. Uma das mentes mais brilhantes e que é de fato um diferencial na história de nossa Alagoas”, afirmou. Malaquias relembrou que teve a honra de ter sido aluno do professor Marcos Bernardes nos bancos da Ufal, além de ter compartilhado de sua experiência na PGE e desfrutar da sua amizade pessoal.

O Procurador Luís Vale, Coordenador do Centro de Estudos, é quem tem conduzido as lives, as quais têm contado com um público crescente. “A escolha do Professor Marcos Bernardes também é justa uma homenagem. Teríamos uma palestra com ele no ano passado, durante o Congresso Pontes de Miranda, mas, por motivos de saúde, não foi possível contar com a sua participação. Dessa vez será diferente e garanto que teremos uma grande aula. Ele é um dos maiores juristas vivos que nosso País tem e, por isso, é preciso reverenciar suas obras e seu vasto conhecimento”, acrescentou. Luís Vale também foi aluno do Professor Marcos Bernardes de Mello, quando cursou o Mestrado, na Universidade Federal de Alagoas.

QUEM

Marcos Bernardes de Mello foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas (OAB/AL) de 2004 à 2006, atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral por dois mandatos (1992/1996), fez parte do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil de 1996 até 2003, quando foi eleito para presidir o Conselho Seccional de Alagoas da OAB até dezembro de 2006.

Além de advogado militante, ocupou diversos cargos na administração pública municipal e estadual, foi Procurador Geral do Estado (1967-1987), após ter exercido as funções de Secretário-Geral de Administração da Prefeitura de Maceió (1958), Procurador da Prefeitura Municipal de Maceió (1961), Diretor-Geral do Departamento de Serviço Público do Estado de Alagoas (1962), Secretário de Estado dos Negócios do Governo de Alagoas (1962-1964), Presidente do Conselho de Desenvolvimento do Estado de Alagoas (1963-1966), Coordenador-Geral da Reforma Administrativa do Estado de Alagoas (1966) e Consultor-Geral do Estado de Alagoas (1964-1967).

Exerce a profissão de advogado como sócio de um escritório jurídico e leciona como professor voluntário de Direito Civil (Graduação) e de Teoria Geral do Direito (Mestrado), na Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Integra também o quadro de professores das Escolas Superiores da Magistratura (ESMAL) e Advocacia de Alagoas (ESA/AL). Nesta última, exerceu a função de Reitor.

Ascom PGE/AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *