27 de junho de 2020

Justiça suspende divulgação de pesquisa do DataSensus em Matriz

Advogado Fábio Gomes

A Justiça acatou pedido do Partido Social Cristão (PSC) de impugnar a pesquisa eleitoral feita pelo Instituto DataSensus em Matriz do Camaragibe. “Determino a suspensão da divulgação dos resultados da pesquisa impugnada AL-03976), sob pena de aplicação de multa de R$ 10.000 aos representados e das sanções criminais previstas para o crime de desobediência à ordem emanada”, declara o juiz Douglas Beckhauser de Freitas, juiz 12ª Zona Eleitoral de Alagoas.

“Os argumentos utilizados pela parte autora são relevantes […] e isto pode fazer com que os resultados que não reflitam a realidade”, explica o magistrado. O Partido Social Cristão (PSC) questionou a pesquisas feita em Matriz do Camaragibe. A sigla apresentou como prova um vídeo em que o pesquisador do Instituto DataSensus faria uma aplicação tendenciosa ao eleitor.

De acordo com o advogado Fábio Gomes, “percebe-se claramente a intenção [do formulário da pesquisa] de criar estados mentais no eleitorado, induzindo deste a resposta em benefício da pré-candidatura do Sr. Fernando Cavalcante, filho do sabidamente inelegível Cícero Cavalcante, que também consta da referida pesquisa para confundir o eleitorado”.

O PSC suspeita que o resultado condicionado possa ser ferramenta de uso publicitário por parte de Cavalcante.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *