14 de março de 2020

Praia Acessível leva esportes e lazer para a orla de Pajuçara

Praia Acessível do mês de março foi em homenagem ao Dia da Síndrome de Down. Foto: Maurício Manoel/Ascom Semtel

O Praia Acessível deste mês foi especial. Em homenagem ao Dia Internacional da Síndrome de Down – celebrado em 21 de março -, a Praça Gerônimo Siqueira, na Pajuçara, concentrou famílias que compartilharam uma programação com esportes e muito lazer na manhã deste sábado (14). O projeto é uma realização da Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel).

As atividades começaram com um aquecimento liderado pela equipe de educadores físicos da Semtel e logo depois foi dado o start para a Corrida Acessível. A modalidade esportiva foi dividida em quatro categorias: mirim/feminino, mirim/masculino, homens, mulheres e cadeirantes.

Depois, foi a vez de dançar ao som das músicas mais tocadas por Maceió: teve passinho, piseiro e funk, o difícil foi ficar parado frente ao palco. Mas como não poderia deixar de ser, teve quem preferiu apenas escutar os hits ao fundo enquanto jogava uma partida de futsal ou então tentava marcar ponto no vôlei de praia.

Cadeirantes puderam competir na Corrida Acessível deste sábado. Foto: Maurício Manoel/Ascom Semtel

“Mais uma edição do Praia Acessível com uma série de atividades que promovem a inclusão social de pessoas com algum tipo de deficiência. Ficamos felizes com a presença da população maceioense, além de mais uma vez contar com a ajuda de parceiros”, destacou Lucas Pontes, secretário-adjunto de Esportes.

Entrada no mar

Aguardado por muitos, o banho assistido também aconteceu neste sábado. Desta vez, além do auxílio das cadeiras anfíbias, maceioenses e turistas utilizaram uma prancha usada para prática do Stand Up Paddle, esporte náutico bastante comum na orla da capital alagoana.

Deficientes puderam praticar Stand Up Paddle no Praia Acessível. Foto: Maurício Manoel/Ascom Semtel

A alagoana Tainá Montes levou a sua mãe Raquel para entrar no mar com a ajuda da equipe da Semtel. Ela já havia solicitado o uso da cadeira anfíbia em uma viagem para Maragogi e, desta vez, se organizou para estar nesta edição do Praia Acessível. “Da outra vez eu soube do serviço depois que uma turista publicou no Instagram. Descobrimos o projeto depois disso. Ela gosta muito do mar, mas para entrar e sair dele é bastante complicado. A cadeira ajuda muito nesse caminho até chegar ao banho. Sou apaixonada por acessibilidade e fico grata pelo serviço que nos é oferecido”, falou.

Maceioenses e turistas receberam auxílio da equipe da Semtel para entrar no mar com as cadeiras anfíbias. Foto: Maurício Manoel/Ascom Semtel

O serviço das cadeiras anfíbias é disponibilizado de forma gratuita e integral a maceioenses e turistas. As unidades podem ser solicitadas ao coordenador do projeto, João de Barros, pelo telefone (82) 99102-4596.

Maurício Manoel (estagiário)/Ascom Semtel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *