26 de março de 2020

Estudantes alagoanos apresentam projetos em feira virtual da USP

Autores do projeto "efeitos inseticidas a partir do louro visando o controle de baratas urbanas"Autores do projeto “efeitos inseticidas a partir do louro visando o controle de baratas urbanas”

Nove projetos alagoanos – sendo cinco da rede estadual – serão apresentados na maior feira de ciências e engenharia do país, a Febrace USP. Esse ano, em virtude do Covid-19, o evento acontece virtualmente, com exposição online de 345 projetos desenvolvidos por 761 estudantes de 295 escolas de todo o país. Até o dia 04 de abril, os trabalhos serão apresentados à distância e serão avaliados por bancas de pesquisadores em teleconferência fechada.

O público poderá conhecer os estudantes e seus projetos pela plataforma Febrace Virtual – disponível no link https://febrace.org.br/virtual/ – onde estão armazenados os vídeos com explicações sobre os trabalhos. Pela votação popular online, o público poderá curtir os projetos de sua preferência e deixar comentários.

Projetos alagoanos – Foram selecionados os seguintes projetos alagoanos para a feira: “análise dos efeitos inseticidas a partir do louro visando o controle de baratas urbanas”, da Escola Estadual Izaura Antônia de Lisboa, de Arapiraca; “barco removedor de resíduos”, da Escola Estadual Maria Avelina do Carmo, de Traipu; “Deata – dispositivo de exame audiométrico tonal com arduíno”, da Escola Estadual Ana Lins, de São Miguel dos Campos; “mudança de hábitos: por uma linha sem lixo”, da Escola Estadual Humberto Mendes, de Palmeira dos Índios e.

Completam a lista os projetos “viver vale a pena: ambiente digital interativo para jovens e adolescentes vítimas de depressão”, da Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição, de Lagoa da Canoa s “educação financeira como ferramenta de formação de cidadãos conscientes”, do Instituto Federal de Alagoas- Campus Santana do Ipanema; “desenvolvimento sustentável e empreendedorismo: a produção de biogás a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos”, da Escola Sesi/Senai Benedito Bentes – Maceió; “recicle – reaproveitamento de circuitos e componentes eletrônicos”, do Instituto Federal de Alagoas – Campus Palmeira dos Índios e “reutilização de pneus na construção de pisos táteis”, da Escola Sesi Cambona – Maceió.

Votação popular – confira abaixo os links para a votação dos projetos alagoanos:

“Análise dos efeitos inseticidas a partir do louro visando o controle de baratas urbanas”, da Escola Estadual Izaura Antônia de Lisboa, de Arapiraca – https://febrace.org.br/virtual/2020/AGR/182/

“Barco removedor de resíduos”, da Escola Estadual Maria Avelina do Carmo, de Traipu – https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/5/

“Deata – dispositivo de exame audiométrico tonal com arduíno”, da Escola Estadual Ana Lins, São Miguel dos Campos – https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/61/

“Mudança de hábitos: por uma linha sem lixo”, da Escola Estadual Humberto Mendes, de Palmeira dos Índios – https://febrace.org.br/virtual/2020/SOC/108/

“Viver vale a pena: ambiente digital interativo para jovens e adolescentes vítimas de depressão”, da Escola Estadual Nossa Senhora da Conceição, de Lagoa da Canoa – https://febrace.org.br/virtual/2020/HUM/258/

“Desenvolvimento sustentável e empreendedorismo: a produção de biogás a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos”, da Escola Sesi/Senai Benedito Bentes – Maceió – https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/38/

“Reutilização de pneus na construção de pisos táteis”, da Escola Sesi de Educação Básica Industrial Abelardo Lopes ( Escola Sesi Cambona – Maceió) – https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/48

“Recicle – reaproveitamento de circuitos e componentes eletrônicos”, do Instituto Federal de Alagoas – Campus Palmeira dos Índios – https://febrace.org.br/virtual/2020/ENG/21/

“Educação financeira como ferramenta de formação de cidadãos conscientes”, do Instituto Federal de Alagoas- Campus Santana do Ipanema – https://febrace.org.br/virtual/2020/SOC/109/

Ana Paula Lins e José Arnaldo, com informações da Febrace

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *