30 de março de 2020

FAT adota aulas remotas como medida de segurança e enfrentamento à pandemia

Formato utilizado é diferente da modalidade EAD e contribui para a manutenção das atividades letivas

A fim de manter as atividades letivas, sem colocar em risco a saúde e a segurança de alunos, professores e funcionários, obedecendo as medidas de prevenção à pandemia COVID-19, Instituições de Ensino Superior de todo o País adotaram o uso da tecnologia para a continuidade das atividades presenciais em ambientes virtuais, conforme normatização do Ministério da Educação (Portarias nº 343 e 345). Um dos exemplos é o Centro Universitário Mario Pontes Jucá (antiga FAT), que após recesso antecipado, iniciou nesta segunda-feira (30.3) as aulas em ambientes virtuais construídos exclusivamente para os alunos da instituição.

“Desde o dia 17 de março, quando antecipamos o recesso de julho, como medida preventiva, passamos a trabalhar, dentro de salas virtuais, a fim de traçar estratégias para evitar prejuízos acadêmicos aos nossos alunos”, explica a Pró-reitora Acadêmica, Juliana Omena. Segundo ela, em trabalho conjunto com a equipe de Tecnologia da Informação da instituição, foi desenvolvida uma plataforma que utiliza meios e tecnologia de informação e comunicação para, excepcionalmente, neste período, dar continuidade às disciplinas presenciais, em andamento.

“O que está sendo adotado são aulas remotas ministradas pelos professores, no horário convencional da aula presencial, diferente do que acontece na modalidade EAD (Educação a Distância), em que o conteúdo é gravado de forma padronizada, com a presença de um tutor para tirar dúvidas”, esclarece Pedro Mascarenhas, Pró-reitor de Tecnologia da Informação e Inovação da UMJ. “As aulas remotas são realizadas em tempo real, com a mesma qualidade das aulas presenciais, mantendo a interação com o professor da disciplina, com o auxílio de material personalizado, criado pelo professor da disciplina”, reforça o Pró-reitor. “Para isso, investimos na ampliação tecnológica e, dessa forma, conseguimos manter o quadro acadêmico, possibilitando a continuidade do conteúdo para que não haja perda de aprendizagem para o aluno”, salienta Mario Cesar Jucá, reitor da instituição, ao reforçar que “não é hora de parar, e sim de evoluir. Vamos aproveitar o isolamento social para focar nos estudos e continuar fazendo a diferença”.

Para Danila Bandeira do Amaral Souza, aluna do curso de Enfermagem da UMJ, “a plataforma em nada deixa a desejar com relação às aulas presenciais. Me senti dentro de uma sala de aula real. A instituição superou as expectativas da turma”. Sentimento compartilhado por Tays Lima, aluna do curso de Odontologia. “Para mim, que sou do grupo de risco, pois sou hipertensa, essas aulas virtuais foram de Deus”, comenta Tays. “Foi uma experiência única, com grande interatividade da turma, o que reforça o cuidado da instituição com a nossa formação e a nossa saúde”, destaca Luísa Vianey, aluna do curso de Gastronomia.

Ascom FAT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *