12 de fevereiro de 2020

Ministério Público inaugura sede das Promotorias de Justiça de Marechal

Numa manhã festiva, o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, e o procurador-geral de Justiça em exercício, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, inauguraram a unidade do Ministério Público do Estado de Alagoas, de Marechal Deodoro, que leva o nome do procurador de Justiça, Edgar Valente de Lima. Autoridades, a exemplo do presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Sebastião Costa Filho, do prefeito José Carlos Ayres da Costa, Cacau, procuradores e promotores de Justiça, entre eles as titulares da Comarca, Maria Aparecida Carnaúba e Amélia Adriana Campelo, se fizeram presentes. O descerramento da placa contou com a participação de familiares do homenageado.

O procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar, enfatizou em seu discurso a história de idoneidade do procurador Edgar Valente de Lima, afirmando que empregar o seu nome na unidade institucional é um ato de respeito e justiça. Mas, também ressaltou a magnitude do trabalho das promotoras de Justiça, Amélia Adriana e Maria Aparecida na cidade de Deodoro da Fonseca.

“Estamos homenageando o doutor Edgar porque ele construiu uma bela história na instituição, ele é daqueles homens que passam na vida, deixam grandes lições e demonstram que vaidade é algo que se deve deixar de lado. Que um promotor de Justiça é um servidor público que tem a obediência à lei e ao povo. Afirmar que esse prédio é também para prestigiar as promotoras de Justiça da cidade que muito nos honram com a competência e um trabalho espetacular defendendo os cidadãos que precisam do Ministério Público. Essa nova casa não é nossa, é um espaço do povo, da sociedade deodorense que clama por cidadania”, ressalta Alfredo Gaspar.

Ele aproveitou para agradecer ao prefeito Cacau a doação do terreno para a construção das novas instalações das Promotorias de Justiça.

O procurador-geral de Justiça em exercício, Márcio Roberto, inciou a sua fala dizendo que “a instituição que não venera seus vultos, não merece o respeito da sociedade brasileira”.

E continuou o pronunciamento enaltecendo a gestão de Alfredo Gaspar, enquanto procurador-geral de Justiça: “tenho deixado explícita a imensurável honra de servir ao ministério público, principalmente neste momento jurídico da sua história, na condição de subprocurador-geral de um procurador que não teme sombras, que trabalha de manhã à madrugada em busca de recursos para tornar mais dignas as condições de trabalho de membros e servidores. A entrega desse prédio é uma grande realização e temos certeza de que o nome do doutor Edgar Valente, faz jus à imagem do Ministério Público do Estado de Alagoas porque lembra honestidade e dedicação”, conclui Márcio Roberto.

Já o prefeito José Carlos Ayres falou da importância da nova sede, lembrando que não se resume à entrega do prédio.

“Essa inauguração hoje não representa só o espaço físico, mas a ampliação da vez e da voz do povo de Marechal Deodoro. Essa parceria entre os poderes significa que tanto as promotoras, servidores, quanto a sociedade a partir de agora terão um atendimento mais qualificado e digno”, declara o prefeito Cacau.

Das promotoras de Justiça de Marechal Deodoro, Maria Aparecida Carnaúba foi a primeira a se manifestar.

“Renovamos as nossas forças para agir em defesa da ordem jurídica e social. Nossa missão é fazer o bem aos menos favorecidos e aflitos. Aproveito para parafrasear o padre Antônio Vieira que diz: ‘para falar ao vento, bastam palavras; para falar ao coração, bastam as obras’. Podemos nos orgulhar da qualidade da construção que o Ministério Público entrega à sociedade”, enfatiza a promotora Maria Aparecida.

Em seguida, os discursos foram continuados pela promotora de Justiça, Amélia Adriana que fez questão de chamar à frente sua equipe de trabalho.

“Essa casa abriga a nossa alegria e o prazer de dizer aos nossos servidores que agora temos um espaço digno. Trabalhar num ambiente acolhedor, onde nossos serviços possam ser melhor desenvolvidos é uma honra”, reforça a promotora Amélia.

Pela família do homenageado, falaram os filhos Edgar Lima Neto, e o procurador de Justiça, Walber Valente de Lima.

“Meu pai era amigo dos amigos, sabia construir pontes, homem humilde, destacado, sabia se comportar com maestria, sobretudo, ouvir. Os filhos tiveram a imensa graça de tê-lo como pai. Hoje, do céu, receba essa carinhosa e digna homenagem do seu ministério público. Quero dizer que após 14 anos não o esquecemos e desejo que o seu nome e a sua história registrados nesse prédio sirvam de exemplo para as próximas gerações”, fala emocionado Edgar Neto.

O procurador de Justiça, Walber Valente, falou sobre a construção de vida e seus enfrentamentos.

“Estamos sempre em caminhada e sempre devemos estar prontos e preparados para novos desafios”. Dirigiu-se aos participantes do evento e às autoridades do Ministério Público em forma de agradecimento e usou o poema “Não nascemos prontos”, de sua autoria, para retratar o momento institucional.

No evento estiveram a viúva do procurador Edgar Valente de Lima, dona Lúcia valente, filhos, noras e netos. Formaram a frente de honra do evento, além dos chefes ministeriais, das promotoras de Justiça naturais, do chefe do Poder Executivo Municipal, o diretor do Caop, promotor de Justiça José Antônio Malta Marques, os procuradores de Justiça, Walber Valente de Lima, Denise Guimarães, José Artur, Luiz Medeiros, o presidente da Câmara de Vereadores, André Luiz Barros, o delegado de Polícia, Leonan Pinheiro, o comandante da 5ª Cia Independente, e o capitão Guimarães. Foram registradas as presenças dos promotores de Justiça, Edelzito Andrade, Almir Crescêncio e Izac Sandes, do chefe da Assessoria Militar, capitão André Silva, do capitão Emerson Dantas, além da capitã Lidiana Albuquerque e do sargento PM Frias.

Prestigiando a inauguração, também estiveram presentes secretários municipais, entre eles o de Governo, Lininho Novais, e de Segurança, coronel Jairisson Correia de Melo, vereadores, associações comunitárias, representantes do Conselho Tutelar.

A segurança do local ficou por conta da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

Ascom MPE-AL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *