15 de fevereiro de 2020

Empresários da antiga Av. Amélia Rosa conhecem projeto dos parklets

Equipamentos serão instalados nas calçadas e ocuparão espaço equivalente a duas vagas de estacionamento.

Secretário-adjunto de Planejamento Urbano, Tácio Rodrigues, conversou com empreendedores da antiga Amélia Rosa

 

O secretário-adjunto de Planejamento Urbano da Secretaria de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet), Tácio Rodrigues, reuniu, na tarde da última quinta-feira (13), representantes de diversos empreendimentos situados ao longo da Avenida Dr. Antônio Gomes de Barros, antiga Amélia Rosa, na Jatiúca, para apresentar o projeto dos parklets (mini praças) e as condições para a instalação dos equipamentos nas calçadas dos estabelecimentos comerciais situados ao longo da avenida. O encontro aconteceu no restaurante Massagueirinha e contou com a participação de representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), parceira da Sedet no projeto.

Com a reforma do canteiro central da avenida avançando em ritmo acelerado, Tácio Rodrigues foi conversar com os empreendedores da região para saber do interesse deles em participar do projeto. O primeiro trecho está praticamente pronto, faltando apenas pintura, elementos de decoração e o parklet, que será instalado em frente ao restaurante Maria Antonieta.

O secretário-adjunto explicou durante a reunião as mini praças ocupam o lugar de uma ou duas vagas de estacionamento em vias públicas. Podem ser paralelas ou perpendiculares às calçadas. Os equipamentos serão construídos com madeira de reflorestamento e dotados de bancos, mesas, palcos, floreiras, lixeiras e paraciclos, de acordo com modelo criado pela Sedet. A manutenção do equipamento ficará a cargo do empreendimento na frente do qual o parklet for instalado. Os interessados em participar do projeto  poderão adquirir o equipamento de qualquer empresa do ramo da marcenaria e também poderão fazer um consórcio de empresas para pagamento e manutenção.

No debate que se seguiu à apresentação do projeto, Tácio Rodrigues constatou que a proposta teve uma boa acolhida por parte dos empresários.  “Vamos retirar uma ou duas vagas de carros que, pela rotatividade, daria espaço para 40 pessoas, enquanto o parklet tem como expectativa 300 pessoas circulando ao longo do dia”, disse. Ele finalizou a reunião solicitando aos empresários interessados no equipamento que formalizem esse interesse junto à Sedet para que o órgão possa enviar uma equipe ao local para realização de estudos de viabilidade técnica.

Secom Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *