2 de dezembro de 2019

Programa Mais Água Agricultor minimizará efeitos da seca em Palmeira

Para minimizar os efeitos da seca e da estiagem que assolam várias comunidades de Palmeira dos Índios, o prefeito Júlio Cezar lançou nesta segunda-feira (2) o Programa “Mais Água Agricultor”. A ideia do Governo Municipal é utilizar o mesmo critério do Exército e da Defesa Civil, que é abastecer as cisternas comunitárias de cada povoado da zona rural.

A operação será coordenada pelo secretário de Defesa Civil Flávio Emílio, que se articula também com o Exército e Defesa Civil Estadual para colocar em prática a distribuição de água por meio das operações pipas dos governos Federal e Estadual. “É importante que as comunidades sejam beneficiadas, pois nunca houve na história uma ação como esta”, disse Flávio Emílio, respaldado pelo secretário municipal de Agricultura Luciano Monteiro. “A população sofre com a seca e a prefeitura sai na frente e mostra o compromisso que tem com quem mais precisa. As coisas acontecem quando se dá a contrapartida e o prefeito dá a sua e ajuda a minimizar os efeitos provocados pela seca”, destacou o secretário.

O prefeito Júlio Cezar ressaltou a importância de parcerias para amparar a população que sofre neste período de estiagem. “Como tem acontecido nestes três anos, o governador Renan Filho está ajudando muito Palmeira e sem ele não conseguiríamos. Ele já disponibilizou o carro pipa do Programa Água é Vida para começar a distribuir água, no máximo, até o mês de janeiro. Temos os Programas Água Doce e Água Para Todos e juntos com o nosso Programa destinaremos água para quem passa por muitas dificuldades por conta da seca. Nos quatro cantos de Palmeira, o carro pipa vai cortar a cidade levando água nessas comunidades onde o sol castiga e os barreiros secam. Temos um estado de calamidade e o mais importante é garantir que os efeitos da estiagem sejam minimizados”, disse o prefeito Júlio Cezar.

Ascom Palmeira dos Índios   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *