13 de dezembro de 2019

Aprovados da PM em 2006 e 2018 farão curso de formação em janeiro, anuncia governador

Os aprovados nos concursos da Polícia Militar de Alagoas de 2006 e de 2018 já têm datas para o início do Curso de Formação de Praças (CFP) que faz parte do processo dos certames. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (13) pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques Santos, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

De acordo com o governador, ambos os concursos serão homologados em breve e aqueles que foram aprovados no certame de 2006 devem iniciar o CFP já a partir de 15 de janeiro de 2020. A data para os concursados de 2018 também foi divulgada na live e está prevista para 30 de janeiro. 

“Seguindo uma orientação técnica da Polícia Militar, vamos formar duas turmas para o curso, com aproximadamente oito meses de formação. Em breve, mais de 750 novos policiais devem auxiliar a Segurança Pública de Alagoas a continuar tendo os melhores resultados do Brasil em combate à criminalidade, redução de homicídios, redução de assaltos a coletivos, entre outros índices.”, afirmou o governador. 

Na live, o secretário titular da Seplag, Fabrício Marques, também frisou a importância de ambos os concursos para a otimização dos processos da Polícia Militar e ressaltou o impacto que o novo efetivo deve ter na área da Segurança.

“Nós conseguimos avançar muito rapidamente com os concursos. A Cespe, que é a banca responsável pelos certames, vem fazendo todos os trâmites de forma bastante exemplar. A entrada desse efetivo significa um incremento de mais de 10% no quantitativo de novos servidores na PM e vai ajudar muito no esforço que tem sido feito na área da Segurança”, explicou o secretário. 

Ainda durante a transmissão, o governador Renan Filho reforçou o empenho que o Estado vem tendo para o desenvolvimento de novos certames no ano que vem, destacando o bom andamento dos concursos realizados até então. 

“Temos o compromisso de prepararmos o Estado para um novo ciclo de concursos. Seguimos realizando certames sérios, transparentes e que selecionam os melhores. O governo vem fazendo o que antes não era feito. Agora, os concursos finalizam e a gente faz a convocação”, pontuou Renan Filho. 

Minnie Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *