14 de novembro de 2019

Governador entrega estrada e garante novas obras para o turismo de União

Estrada tem 7,5 km de extensão e contou com investimento de R$ 8,4 milhões do Governo do Estado

Estrada tem 7,5 km de extensão e contou com investimento de R$ 8,4 milhões do Governo do Estado

 

O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, inauguraram, na manhã desta quinta-feira (14), a estrada de acesso à Serra da Barriga, em União dos Palmares, a 80 km de Maceió. A pavimentação da via atende a uma reivindicação antiga do movimento negro, do trade turístico alagoano e dos moradores do município, localizado no Vale do Mundaú.

A estrada possui 7,5 quilômetros de extensão, constituída de asfalto (5km) e paralelepípedo (2,5 km). A obra contou com investimento de R$ 8,4 milhões do Governo do Estado. Foram instalados, ainda, drenantes, passeios e pórticos, além da sinalização horizontal, vertical e turística.

Márcio Ferreira

Para comemorar a entrega da obra, a Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj) promoveu a corrida “Descendo a Serra”, da qual participaram mais de 200 pessoas, inclusive o governador, que suou a camisa para completar os 5 km de prova. “Fazer a obra foi duro, difícil, mas descer a Serra correndo foi muito mais”, comparou Renan Filho, ao final da corrida.

“Hoje eu vim suar a camisa de novo para fazer uma homenagem a Zumbi dos Palmares, maior defensor da liberdade, contra a escravidão, uma das maiores referências do nosso estado, do nosso país e da humanidade”, completou.

Márcio Ferreira

A obra foi executada pela Secretaria de Estado Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), por meio do programa Pró-Estrada. A ordem de serviço foi assinada por Renan Filho em 20 de novembro de 2017, Dia da Consciência Negra, quando a Serra da Barriga recebeu a certificação de Patrimônio Cultural do Mercosul. “Agora vamos trabalhar para tornar a Serra da Barriga Patrimônio da Humanidade, porque há poucas áreas tão importantes como essa no mundo”, observou.

Renan Filho garantiu que vai recuperar a Casa do Poeta Jorge de Lima e de Maria Mariá, bem como a rodoviária de União dos Palmares. Segundo ele, essas obras são fundamentais para estruturar o município e desenvolver o turismo.

Márcio Ferreira

“Duas coisas serão divisores de água para essa região: a construção da estrada de acesso à Serra da Barriga e a venda pela CVC, maior operadora da América Latina, de pacotes turísticos para União dos Palmares”, disse Renan Filho, ao recordar o acordo firmado, recentemente, para a venda do passeio à Serra da Barriga nas lojas da operadora espalhadas pelo país.

Em seu discurso, Renan Filho voltou a defender a mudança da sede da Fundação Cultural Palmares, localizada em Brasília (DF), para União, além da construção do Museu da Cultura Afronacional no município. A Fundação administra, na Serra da Barriga, o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, que recebe mais de 10 mil visitantes durante o novembro, mês da Consciência Negra.

Márcio Ferreira

O prefeito de União dos Palmares, Areski de Freitas, o “Kil”, afirmou que o desafio agora é preparar a cidade para receber bem os turistas. “A Serra da Barriga é um diamante negro que precisava ser lapidado. E a primeira ação de lapidação desse diamante para gerar frutos à nossa cidade foi a construção da estrada. Esse acesso foi requisitado por vários prefeitos a inúmeros governadores e o único que se sensibilizou em fazer essa estrada foi o governador Renan Filho”, agradeceu Kil.

“Essa obra é fundamental para história do Quilombo dos Palmares e de União, não só na perspectiva econômica, mas, principalmente, na perspectiva histórica”, completou o pesquisador, historiador e ativista do movimento negro Zezito de Araújo.

Vânia Ferreira Costa, 54 anos, mora à margem da estrada que dá acesso à Serra da Barriga, bem próximo da divisão entre o asfalto e o pavimento em paralelepípedo. Ela revela que a movimentação de visitantes já se elevou desde que a estrada ficou pronta.

Márcio Ferreira

“Até que enfim essa estrada saiu. Eu não esperava que um dia isso fosse acontecer. Para os turistas vai ser bom demais e pra mim também, porque eu vendo as minhas coisinhas aqui: refrigerante, cerveja, lanche, almoço. Tem bastante movimento e espero que continue assim”, festejou Vânia, refestelada na cadeira de balanço instalada no alpendre da casa, de onde assistia à corrida.

Além da inauguração da estrada, o dia festivo também foi marcado pela entrega de uma nascente recuperada na Serra da Barriga – a Fonte Dandara – e de um chafariz, que serve de atrativo turístico. As benfeitorias fazem parte do Programa de Recuperação de Nascentes da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).

História

A Serra da Barriga foi a sede do Quilombo dos Palmares, o maior das Américas, onde viveram, entre 1597 e 1695, mais de 30 mil negros, grande parte fugida do cativeiro e que se autodeclarava liberta da escravidão, sob o comando de Zumbi dos Palmares. Ele foi morto em combate na Serra Dois Irmãos, no município de Viçosa, no dia 20 de novembro de 1695. Na data é comemorado o Dia da Consciência Negra.

Além de Mosart Amaral, participaram da solenidade em União dos Palmares os secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito; da Comunicação, Enio Lins; do Esporte, Lazer e Juventude, Cláudia Petuba; da Ciência, Inovação e Tecnologia, Cecília Rocha; o superintendente de Obras do DER, Iran Menezes; o presidente adjunto da Fundação Cultural Palmares, Marcos Antônio Evangelista, dentre outras autoridades.

 

Severino Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *