11 de setembro de 2019

Arsal inicia implantação do sistema de monitoramento nos transportes complementares

Equipamento oferece mais segurança aos usuários e transportadores

A Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) iniciou, esta semana, a instalação dos dispositivos eletrônicos nos transportes complementares que atuam no Estado. A ação é uma das etapas do processo de implantação do sistema de monitoramento do transporte intermunicipal de passageiros, que objetiva oferecer mais segurança a usuários e motoristas.

Os primeiros veículos que receberam o equipamento fazem as linhas  Marechal Deodoro-Maceió, Murici-Maceió e Messias-Maceió. Nesta quarta-feira (11) é a vez de Rio Largo-Maceió e Cruzeiro do Sul-Maceió e, na quinta-feira (12), Campo Grande-Arapiraca, Limoeiro do Anadia-Arapiraca e Campo Alegre-Arapiraca. Os mais de mil permissionários hoje em atividade no Estado terão o dispositivo instalado em seus veículos.

O aparelho de rastreamento garantirá o monitoramento em tempo real dos veículos que trafegam pelas estradas alagoanas, permitindo o controle de rotas percorridas, velocidade e movimentações estranhas ao trajeto, como paradas em locais indefinidos ou mudança de percurso.

Lamartine Martins, técnico da empresa responsável pela instalação do Sistema de Monitoramento, explica que a principal característica do dispositivo é o comprometimento com os passageiros, a garantia do cumprimento dos horários determinados pela Arsal. A segurança é outro ponto fundamental destacado pelo técnico.

“O dispositivo também é muito importante para a prevenção de possíveis assaltos. Se o motorista perceber que está correndo riscos, aciona o botão. Funciona como um seguro. Toda a parte operacional irá agir para que o permissionário não perca esse veículo”, afirmou.

A implantação da ferramenta foi destacada também pelo transportador Roberto Lopes, que cobre a linha Marechal Deodoro-Maceió. “Sou motorista há 13 anos e achei o sistema de monitoramento muito importante. Procuro cumprir o meu horário corretamente, e sei que vai incentivar outros motoristas a fazerem o mesmo. Além disso, os passageiros irão se sentir mais seguros”, disse.

A dona de casa, Maria do Rosário, 60 anos, que diz usar o transporte complementar pelo menos duas vezes por semana, também comemorou a iniciativa. “O botão do pânico é muito importante para a segurança de todos nós, principalmente os idosos, que andam com dinheiro na bolsa e são os alvos preferidos dos assaltantes . É uma segurança para todos nós”, completou.

O cronograma de implantação prossegue na sexta-feira (13), nos veículos que fazem as linhas Folha Miúda-Arapiraca, Craíbas-Arapiraca, Coité do Noia-Arapiraca, Traipu-Arapiraca e Inhapi-Arapiraca, e no sábado (14), Matriz do Camaragibe-Maceió e Barra de Santo Antônio-Maceió.

Soraya Leite/Ascom Arsal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *