14 de agosto de 2019

TJAL aumenta 14,3 % de produtividade no primeiro semestre de 2019

Informações apresentadas ao presidente Tutmés Airan são referentes ao planejamento estratégico do TJAL. Foto: Adeildo LoboInformações apresentadas ao presidente Tutmés Airan são referentes ao planejamento estratégico do TJAL. Foto: Adeildo Lobo

O Comitê de Gestão Estratégica informou, nesta terça-feira (13), ao presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), desembargador Tutmés Airan de Albuquerque, que a produtividade do Poder Judiciário de Alagoas teve aumento de 14,30% no 1º semestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano de 2018.

De acordo com o assessor-chefe da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário de Alagoas (APMP), Clóvis Gomes, os números representam o esforço da Justiça alagoana em dar mais celeridade aos julgamentos.

“Desde o começo da gestão o presidente Tutmés Airan está muito empenhado, focando na redução do estoque de processos, julgamento e conciliação, então tudo isso tem contribuído para esse resultado. O presidente frisou bem no início de sua gestão que iria focar muito na produtividade e com isso os resultados estão vindo”, destacou.

Durante a reunião, o desembargador Tutmés Airan destacou a importância de acompanhar os resultados do planejamento estratégico e o seu interesse em investir cada vez mais em tecnologia para dar mais celeridade a tarefas repetitivas e qualificar o servidor, que terá ais tempo para desempenhar outras atividades.

“Precisamos enfrentar as demandas de massa com inteligência artificial e deixar para o servidor aquilo que a máquina não consegue fazer, é um planejamento a longo prazo”, falou o presidente.

Foram discutidos os dados do primeiro semestre de 2019 do TJAL para o Justiça em Números 2020, as atividades desenvolvidas pelo grupo de trabalho sobre o ranking da transparência, Tabelas de Lotação de Pessoal e a aplicação atual, Prêmio CNJ de Qualidade, entre outros assuntos.

Os juízes Manoel Cavalcante, auxiliar da Presidência, e João Paulo Martins, auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ/AL) e diretores de setores estratégicos do Tribunal também participaram da reunião.

Robertta Farias – Dicom TJAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *