10 de julho de 2019

Calamidade: Comitê de Gestão de Crise realiza primeira reunião

Rui Palmeira se reúne com secretários para definir planos para o Mutange. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió

O Comitê de Gestão de Crise, criado pela Prefeitura de Maceió por meio do Decreto nº 8.755, teve sua primeira reunião oficial nesta quarta-feira (10). O grupo é vinculado diretamente ao Gabinete do Prefeito Rui Palmeira e é responsável pelas ações voltadas aos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro, que estão em situação de calamidade pública.

 Para o prefeito Rui Palmeira, o Comitê é fundamental para o sucesso de todas as ações. “Já temos, há muito tempo, uma força tarefa trabalhando exclusivamente para a questão dos bairros em calamidade. É necessária a participação de todas as secretarias e de todos os servidores”, comentou.

Na reunião, a pauta foi a situação da encosta do Mutange e a remoção dos moradores. “Nós, necessariamente, vamos tirar as famílias que moram lá. A Prefeitura começou hoje o cadastramento na região e as famílias vão ter à sua disposição, a partir do próximo mês, 750 casas do Minha Casa, Minha Vida. O Ministério Público e a Defensoria Pública, numa ação muito proativa, estão conseguindo parte do recurso da Braskem, que está bloqueado, para o pagamento do aluguel social a essas famílias. Então, quem não receber casa agora, receberá o aluguel social até a Prefeitura ter, em janeiro, o restante dessas casas”, finalizou o chefe do Executivo Municipal.

Rui Palmeira – Prefeito de Maceió.

Eduardo Canuto, secretário municipal de Governo, ressaltou a importância desse diálogo entre todos os secretários. “Esse encontro tem como objetivo reafirmar e ressaltar a atribuição de cada pasta. Esse acompanhamento é fundamental e está sendo feito com todo cuidado e rigor necessários”, afirmou.

Eduardo Canuto – Secretário de Governo.

Íria Almeida, secretária municipal de Governança, explicou como foi essa reunião. “Hoje, apresentamos os papeis de cada secretaria em todas as fases do trabalho que a gente está executando, especialmente no Mutange – tanto na questão do cadastramento social quanto no planejamento da evacuação. O cadastro segue até o dia 17, para as pessoas terem direito ao aluguel social. E, a partir do momento em que o Município receber essa verba, iniciaremos o plano de evacuação, mas reforço que ainda não temos uma data definida”, disse.

Iria Almeida – Secretária de Governança.

Thiago Aquino e Sarah Mendes / Secom Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *