15 de abril de 2019

Associação dos Municípios tem representante no Conselho do Fundeb

Luiz Geraldo é o representante da AMA no Conselho do Fundeb

A Secretaria de Estado da Educação empossou os 24 membros do Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb, para o biênio 2019-2021, conforme o decreto 64.806, de 28 de março de 2019. Na oportunidade o vice-governador e secretário de estado da Educação, Luciano Barbosa, assinou o termo de posse dos novos membros do conselho. Após a assinatura do termo os membros escolherem, por unanimidade, Milton Canuto como presidente do conselho e Luís Geraldo, assessor da AMA, como vice-presidente.

“Os conselheiros empossados nesta solenidade são pessoas que conhecem bem a realidade da Educação em Alagoas e particularmente a realidade do Fundeb, como é o caso do companheiro Rubens Araújo, presidente da Undime-AL, Milton Canuto e Luís Geraldo, assessor da AMA, que mantêm um contato direto com todos os municípios e acompanham o desenvolvimento deste Programa em nosso estado. Que este Conselho possa discutir excelentes ideias junto aos dirigentes, deputados federais, senadores para garantir da melhor forma a aplicação do Programa em Alagoas” destacou Luciano Barbosa.

“Atualmente estamos discutindo muito sobre o financiamento da Educação Pública no Brasil e a nova legislação do Fundeb que pode ser aprovada pelo Governo Federal num futuro próximo. Com base na experiência que todos nós conselheiros temos com a Educação Básica e desenvolvimento da Educação em Alagoas, acredito que podemos contribuir bastante com essas discussões, no âmbito estadual e nacional, mostrando a relevância da prática do Programa no estado com o intuito de apontar bases positivas que, consequentemente, poderão garantir uma educação de qualidade para as próximas gerações”, destacou o dirigente municipal de Educação de Dois Riachos e presidente da Undime-AL, Rubens Araújo.

O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é um conjunto de 27 fundos (26 estaduais e 1 do Distrito Federal) que serve como mecanismo de redistribuição de recursos destinados à Educação Básica. Isto

é, trata-se de um grande cofre do qual sai recurso para valorizar os professores e desenvolver e manter funcionando todas as etapas da Educação Básica – desde creches, Pré-escola, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio até a Educação de Jovens e Adultos (EJA). O Programa está em vigor desde janeiro de 2007.

Fonte: Ascom AMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *