7 de fevereiro de 2019

Marx garante mais R$ 4,2 milhões para abastecimento d’água no sertão

O deputado federal Marx conseguiu a liberação de mais R$ 4,2 milhões para ações de abastecimento d´água para cidades do sertão de Alagoas. Os recursos são do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e foram garantidos pelo deputado federal alagoano após ação de Marx junto ao ministro Osmar Terra. O montante faz parte de um convênio no total de R$ 15 milhões, dos quais Beltrão já havia conseguido a liberação de R$ 3 milhões em Brasília.

“São recursos fundamentais para ações de combate à seca e em favor do abastecimento com água potável de milhares de famílias de cidades do sertão alagoano. Os recursos vão incrementar as ações de implantação dos microssistemas comunitários de abastecimento de água no Sertão e de cisternas em centenas de comunidades. Esta luta por dotar as populações sertanejas com água de qualidade precisar ser priorizada por todos e na Câmara vamos avançar na busca de recursos para estas ações”, destacou Marx Beltrão.

Com os microssistemas de abastecimento, a água bruta é captada do Canal do Sertão, passa por etapas de tratamento adequado e chega às torneiras das residências de moradores de povoados de forma limpa e apta ao consumo humano. A meta do projeto é beneficiar cerca de mil famílias com os microssistemas em cidades como Delmiro Gouveia, Pariconha, Água Branca, Piranhas, Olho D´Água do Casado, Inhapi, Senador Rui Palmeira e São José da Tapera.

Sobre as cisternas, serão construídas um total de 1.323 unidades em São José da Tapera, Senador Rui Palmeira, Canapi, Ouro Branco, Mata Grande, Carneiros, Santana do Ipanema, Batalha, Olho D’água das Flores, Igaci, Minador do Negrão e São Sebastião. “Este investimento tem mudado, para melhor, a vida de milhares de famílias. Onde antes havia a seca e a falta d´água para necessidades básicas, após a implantação do projeto há água encanada, reservatórios abastecidos e mais dignidade para os sertanejos” afirmou Marx Beltrão.

Os projetos em Alagoas são desenvolvidos pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos hidricos de Alagoas (Semarh). O secretário-executivo de Gestão Interna da Semarh, Edilson Ramos ressaltou a importância da construção das cisternas e reafirmou que a “criação dos microssistemas comunitários de abastecimento de água no Sertão surgiu para beneficiar quem nunca teve água ou para transformar a realidade de onde o acesso era bastante precário. Com mais essa iniciativa, estamos beneficiando milhares de cidadãos”.

Ascom Marx Beltrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *