27 de julho de 2016

Conselheiros tutelares de 13 municípios são capacitados em Palmeira

Curso busca fortalecer a atuação dos conselheiros tutelares de todo o Estado de Alagoas.

Curso busca fortalecer a atuação dos conselheiros tutelares de todo o Estado de Alagoas.

A segunda etapa do ciclo de capacitação dos conselheiros tutelares de Alagoas foi realizada, nesta segunda-feira (26), na Fundação de Amparo ao Menor (Fundanor), em Palmeira dos Índios. A ação contemplou os conselhos de 13 municípios da região da Bacia Leiteira.

O objetivo do curso é levar mais informação e estreitar as relações entre as instituições e fortalecer a atuação dos conselheiros tutelares de todo o Estado de Alagoas.

O curso, que terá a duração de dois dias, é promovido pela Escola Superior da Defensoria Pública do Estado de Alagoas, juntamente com a Defensoria Pública-Geral do Estado, em parceria com a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Cedca) e o Fórum dos Conselheiros Tutelares.

Segundo o titular da Seprev, Jardel Aderico, que participou da abertura da capacitação, a parceria com a Defensoria Pública é fundamental para reforçar o importante papel dos conselheiros.

“A capacitação deve ser continuada, uma vez que os conselheiros tutelares precisam ser fortalecidos para atuar da forma mais correta na proteção das nossas crianças e adolescentes. A atuação deles é fundamental na garantia dos direitos e na prevenção da violência contra esse público”, enfatizou Jardel Aderico.

Durante os dois dias de capacitação, os participantes vão assistir a uma série de palestras e oficinas sobre o trabalho do conselheiro tutelar, apresentados por defensores públicos e convidados especiais. Os temas trabalhados no curso vão desde os direitos humanos e fundamentais até as atribuições e desafios da atividade do conselho tutelar.

O encontro desta terça-feira (26) foi coordenado pelas defensoras públicas, Manuela Carvalho e Bruna Pais, e contou ainda com a presença do superintendente da Criança e do Adolescente da Seprev, Ronaldo Targino, e representantes do Cedca e do Fórum dos Conselheiros Tutelares.

Fonte: Glória Damasceno/Ascom Seprev

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *