27 de novembro de 2015

Sefaz recebe mais de mil estudantes em estande na Bienal

Para levar cultura e disseminar a educação fiscal, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz/AL), presenteou com livros, DVD e CDs, até esta quinta-feira (26), mais de mil estudantes da rede pública do estado. Com estande montado na Bienal Internacional do Livro de Alagoas, desde a sexta-feira (20), a Escola Fazendária tem recebido alunos do ensino infantil, fundamental e do ensino médio de escolas municipais e estaduais. Além dos brindes, as crianças maiores e adolescentes recebem também orientações a respeito da importância de se pedir a nota fiscal. De acordo com a servidora da Gerência de Educação Fiscal, Juliane Calheiros, o trabalho realizado pela secretaria no evento literário tem instruído os estudantes e também os professores e diretores que os acompanham. “Tem sido muito gratificante ver a alegria dos alunos pequenos com os brindes e é importante fazermos esse trabalho de educação fiscal, conversar com as crianças sobre a nota fiscal e sobre a aplicabilidade de impostos, porque elas já vão crescendo com essa consciência, que é imprescindível para a formação cidadã”, explica a servidora.

Troca por um livro

No estande da Sefaz os estudantes têm a possibilidade de trocar notas fiscais por livros variados. Para participar, basta levar cinco notas fiscais do mês de novembro, cadastradas com CPF, ir ao estande e receber um vale que poderá ser trocado por um dos quatro títulos disponíveis. Weverton Melo, 16, e Monick Mirella, 16, viajaram em excursão com a escola para participar da Bienal e, além do brinde, trocaram as notas fiscais por livros. Eles ficaram sabendo da possibilidade da troca na escola e pegaram as notas fiscais com os familiares para levar à Bienal. “Eu achei a iniciativa muito boa. Assim que soube, pedi pro meu pai pedir a nota quando fizesse compras pra trazer pra cá. É muito interessante, eu trouxe cinco notinhas fiscais e estou saindo com um livro”, relata o estudante Weverton.

Atendimento

Na Bienal, os alagoanos também dispõem de serviços da Nota Fiscal Alagoana, como cadastro, alteração de senha e consultas a créditos do programa. O espaço funciona das 10h às 22h e vai até o dia 29 de novembro, data de encerramento da Bienal e que marca uma tarde de bate-papos com a escritora Thalita Rebouças no Teatro Gustavo Leite, às 15h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *