27 de novembro de 2015

Compromissos do governo para saúde refletem as necessidades da população

Os compromissos do governo de Alagoas para o setor saúde, nos próximos quatro anos, refletem as necessidades da população a partir de uma análise situacional. Essa proposta, que norteia a elaboração do planejamento e orçamento do governo, resulta na construção do Plano Estadual de Saúde (PES 2016-2019). Documento esse que, no final de dezembro, será submetido ao Conselho Estadual de Saúde (CES) para apreciação. Conforme a superintendente de Planejamento, Gestão e Participação Social da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Manoela Mendes, o Plano Estadual de Saúde é um instrumento central de planejamento para definição e implementação de todas as iniciativas no âmbito da saúde. Ela complementou que, em Alagoas, o plano nasce da discussão e análise dos problemas e necessidades de saúde da população do estado. “Essas necessidades foram estabelecidas nos Planos Municipais de Saúde, nas Oficinas Regionais de Planejamento Integrado e da Análise da Situação de Saúde”, informou Manoela Mendes. Junto a isso, oficinas macrorregionais foram realizadas em julho, com a participação das 10 regiões de saúde, do Conselho Estadual de Saúde e as áreas técnicas da Sesau. Manoela Mendes acrescentou que o Plano é elaborado de forma participativa, tomando como subsídio as propostas da Conferência Estadual de Saúde. “No momento, estamos na etapa interna de construção, promovendo oficinas junto com a gestão e as áreas técnicas para a definição dos objetivos, diretrizes e metas para alcançar os compromissos definidos no plano de governo”, completou a superintendente da Sesau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *