10 de novembro de 2015

Aumenta a satisfação com aeroportos do país, diz estudo

A satisfação geral do passageiro nos principais aeroportos do Brasil alcançou a nota mais alta da série histórica, que teve início em 2013, segundo pesquisa da Secretaria de Aviação Civil (SAC). Em uma escala de 1 a 5, a avaliação média apurada no 3º trimestre de 2015 foi de 4,15. Dos 13 mil entrevistados, 84% deram notas maiores que quatro. A pesquisa registrou ainda um aumento de 3% nas notas cinco. Não por acaso, dados do Ministério do Turismo mostram que o avião é considerado o meio de transporte preferido dos viajantes brasileiros: metade das pessoas que querem viajar pelos próximos seis meses o fará de avião, seguido pelo veículo particular (33%) e o ônibus (12%). A fim de aproveitar o potencial dos aeroportos para promover o turismo no Brasil, em outubro último, os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e da SAC, Eliseu Padilha, assinaram um acordo para que os 60 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) cedam espaços para a promoção dos destinos turísticos nacionais e para implantação de centros de atendimento ao turista (CAT).

Guarulhos (SP)

Na comparação com igual período de 2014, o aeroporto de Guarulhos foi o que mais evoluiu: a nota do terminal subiu de 3,46 para 4,41. O aeroporto mais bem avaliado do país, entretanto, é o de Curitiba, com nota 4,51. O salto da nota de Guarulhos na satisfação geral é fruto da melhoria em 45 dos 48 indicadores da pesquisa. Além disso, somam-se os investimentos no Terminal 3, com 20 novas pontes de embarque e capacidade para 12 milhões de passageiros por ano; a ampliação da área comercial – que agora conta com 239 lojas livrarias, bares e restaurantes – e a inauguração do primeiro hotel dentro de um terminal concedido, com 80 quartos para uso exclusivo de viajantes em conexão e da tripulação de voos internacionais. Em 2014, o aeroporto movimentou 40 milhões de passageiros, 29º maior fluxo do mundo e o maior do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *