8 de outubro de 2015

VLT: Canteiros da F. Lima serão mantidos durante implantação I

O quesito meio-ambiente tem sido tratado com cautela em todas as etapas do projeto do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e os canteiros da Avenida Fernandes Lima não ficaram de fora. Numa apresentação realizada na tarde desta quarta-feira (7), no auditório da OAB, para a Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ/AL), o gestor da pasta estadual de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, afirmou que os impactos ambientais serão os menores possíveis. Segundo ele, a preocupação é manter o canteiro central, fato que fez com que o projeto fosse revisado, garantindo a integridade das árvores. "O projeto do VLT prioriza, sem dúvidas, o meio-ambiente. A interferência no canteiro será feita apenas nos locais das estações, de forma mínima. O VLT é movido à energia elétrica, um tipo de energia limpa, que não causa nenhum tipo de poluição atmosférica ou sonora. Além disso, trata-se de um meio um transporte de massa e, por isso, vai diminuir consideravelmente o volume de carros que trafegam pela avenida Fernandes Lima, reduzindo, consequentemente, a emissão de gases poluentes", declarou. Mosart Amaral explicou ainda que os ônibus, que hoje transitam na Avenida Fernandes Lima, servirão apenas como alimentadores do VLT, após sua implantação. "Teremos um sistema tronco-integrado, onde os ônibus trafegarão apenas pelas ruas internas, vindos dos bairros, alimentando as estações e terminais. A ideia é dar condição para que as pessoas possam deixar seus carros em casa ou até na própria estação e façam uso do VLT", informou. O secretário frisou, da mesma forma, que durante o processo de instauração do VLT a Avenida Fernandes Lima sofrerá mudanças, com a renovação de passeios e calçadas, implantação de um novo sistema de iluminação pública, manutenção do canteiro central, ciclovias, integração modal, sinalização horizontal, vertical e semafórica, visando garantir a segurança e a integridade da população que transita no local. Na ocasião, Amaral apresentou os projetos que antecedem o VLT, como a implantação dos eixos viários Cepa-Quartel, paralelos à Avenida Fernandes Lima, e a construção do viaduto da Polícia Rodoviária Federal, no Tabuleiro dos Martins. Ambas com início de obra previsto ainda para este ano, a depender do andamento dos trâmites burocráticos. "É uma honra e muito gratificante participar de um bate-papo com pessoas que se importam com Maceió. É muito bom saber que existem pessoas que se importam com as coisas que estão por vir em nosso estado, e o governador Renan Filho está comprometido em investir na capital através de meios que possibilitem melhorias em mobilidade e desenvolvimento urbano", concluiu o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *