19 de outubro de 2015

Hemoar incentiva campanha sobre a importância de doar sangue

Responsável por beneficiar mais de um milhão de pessoas das regiões Agreste, Sertão e Baixo São Francisco, o Hemocentro de Arapiraca (Hemoar) a cada dia vem se tornando referência em Alagoas. O órgão é responsável por abastecer uma hemorrede que inclui importantes hospitais dessas regiões, entre eles a Unidade de Emergência do Agreste. “Salvar vidas está no sangue de nossa equipe”. Foi com essas palavras que a supervisora do Hemoar, Valdeni Pessoa Veiga, classificou o empenho e a dedicação da equipe de servidores do órgão, responsável por salvar vidas diariamente. Ainda de acordo com a supervisora do Hemoar, um dos maiores desafios a ser vencido é a conscientização das pessoas e a importância do nobre gesto de doar sangue. "O fortalecimento das campanhas de conscientização é fundamental para que nossos estoques consigam atender a demanda", frisou. Para ser doador, o voluntário deve seguir alguns critérios como ter idade entre 16 e 69 anos e peso acima de 50 quilos, além de estar em boas condições físicas e bem alimentado. Cada bolsa de doação capta em média 450 ml de sangue, num processo que dura aproximadamente 5 minutos. Alguns cuidados básicos devem ser seguidos pelo doador, entre eles: não estar gripado ou com febre, não ter contraído hepatite ou doenças sexuais e, principalmente, não ter ingerido bebida alcoólica doze horas antes da doação. A falta de informação faz com que muitos mitos sejam criados pelas pessoas quando o assunto é doar sangue. Algumas mulheres, quando menstruadas, acham que não podem doar sangue, temendo que poderão ficar com pouca reserva no corpo. Já alguns homens acreditam que doando sangue ficarão mais fracos e sem disposição. Puros mitos. De acordo com Valdeni Pessoa, apesar das dificuldades, a quantidade de doações no mês de setembro foi considerada positiva. Foram registrados 1.106 atendimentos, que resultaram em 1.089 coletas após o processo de triagem. Já na unidade móvel foram registradas 273 coletas. A unidade móvel realiza coletas externas todas as terças e quintas-feiras em pontos estratégicos de Arapiraca e cidades circunvizinhas. “Nosso estoque está bom, mas a nossa luta não para. O trabalho de divulgação e conscientização da população deve ser constante, pois muitas pessoas, por algum motivo adverso, estão precisando de sangue e cada um de nós pode contribuir para salvar essas vidas”, finalizou a supervisora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *