28 de outubro de 2015

Estudantes das escolas Sesi/Senai embarcam para Olimpíada Brasileira de Robótica

As equipes das escolas Ebep Sesi/Senai de Marechal Deodoro e Atalaia, que representarão Alagoas na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), embarcaram nesta quarta-feira, 28, para Uberlândia, com o sonho de carimbar o passaporte para a competição mundial, em 2016, na Alemanha. A etapa nacional acontece de 29 de outubro a 1º de novembro. A confiança de conquistar a vaga na Robocup 2016 é fruto do bom resultado conquistado na competição estadual e, sobretudo, da dedicação nos treinamentos. Para serem os melhores do país, os estudantes das escolas Sesi/Senai estudaram até nos fins de semana e dispensaram alguns feriados. A garotada da Tecmade (Marechal Deodoro), grande campeã da olimpíada estadual, treinou pesado para a competição. “Estou confiante, treinamos muito para dar o nosso melhor”, destacou Karolaine Lima. Ela diz que a participação nas Olimpíadas de Robótica estimula o aprendizado. “A gente aprende mais no ensino das disciplinas básicas e se prepara melhor para o Enem porque a Robótica envolve conhecimentos em Física, Matemática, Raciocínio Lógico, entre outras áreas”, revela. Ela e os colegas Cleidson dos Santos, Denilson Sena e Taynara Maria, do 3º ano e dos cursos técnicos de Segurança no Trabalho e Redes de Computadores, estão ansiosos. Apesar da competição estadual ter sido concluída poucos dias antes da nacional, o treinador da equipe, professor Eduardo Cerqueira, afirma que os alagoanos estão bem preparados. “Trabalhamos o nosso melhor e estamos confiantes de chegar ao mundial. Fui árbitro da olimpíada estadual em outro estado e percebi que, apesar de eles terem um parque industrial mais desenvolvido que o de Alagoas, nosso nível está acima”, destacou. “Nosso objetivo é superar os limites. O esforço foi grande. Durante o treinamento, simulamos todos os obstáculos que encontraremos na etapa nacional e analisamos nossos erros no sentido de nos aprimorar”, disse João Victor, que cursa o 3º ano do ensino médio juntamente com o curso técnico de Tecnologia da Informação na Escola Ebep Atalaia. Ele é da equipe Atabótica, segunda colocada no estadual e que, devido ao desempenho na competição, recebeu convite para o Brasileiro. “Nossa expectativa é representar bem o Sistema Fiea. Desde abril fizemos uma seleção e iniciamos um trabalho que incluiu simulados e competições em parceria com a escola de Marechal Deodoro”, explicou o professor André Luiz Acioli, treinador da equipe, que é formada, ainda, pelos garotos Claudemir Duarte (1º ano/Segurança no Trabalho), Otávio Neto (3º ano/TI) e Felipe Cabral (2º ano/TI).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *