2 de setembro de 2015

Vica destaca compromisso da diretoria em honrar compromissos do ASA

Durante entrevista concedida na manhã desta quarta-feira (2), no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, o técnico Vica falou abertamente sobre a situação vivida pela Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) nos últimos dias. O comandante do alvinegro destacou o compromisso que a diretoria executiva do clube tem em honrar seus compromissos e de transparecer o que ocorre dentro e fora de campo para os interessados em acompanhar o dia a dia do clube. – Em outras oportunidades, no início do campeonato, o presidente (Bruno Euclides) foi a público e afirmou que havia uma pendência, que tinha algumas dificuldades financeiras e isso foi colocado há algum tempo atrás. As coisas foram se resolvendo, o clube foi achando seu caminho na parte financeira, para nossa felicidade fechamos o mês passado no azul e isso foi publicado para que todos tivessem conhecimento. Esse fechamento foi motivo de muita alegria para todos nós e para a diretoria que entrou há pouco tempo e que, a meu ver, tem conseguido administrar o clube de forma correta. A parte financeira todos nós sabemos que continua sendo uma parte muito delicada. O clube tem recursos, tem créditos, tem dinheiro para entrar, mas infelizmente não chegou e consequentemente não deu para fazer esses pagamentos. Salários e auxílio moradia Quanto aos salários dos jogadores, o técnico Vica foi incisivo em dizer que os salários de carteira já foram pagos, restando apenas os direitos de imagem dos atletas. Quanto ao auxílio moradia, ele apontou que a promessa feita pela diretoria já está sendo cumprida. – Semana passada, foi pago o que os jogadores têm na carteira, e isso foi passado pelo presidente, e foi depositado. Houve também a promessa do deposito de um auxílio moradia e na sexta-feira não houve a possibilidade de fazer esse depósito, mas me parece que está sendo feito desde ontem (terça-feira) na conta de alguns jogadores, e isso tinha sido passado para os jogadores. Então, o clube hoje praticamente está cumprindo com o que foi combinado na semana passada. Ele apontou ainda a forma de entendimento dos jogadores e diretoria quanto aos repasses salariais. – O fato é: para o empregado, nós trabalhamos o mês de julho e agosto. Então, a conta que se faz é: nós trabalhos 60 dias. Eu recebi até agora só o que tenho na carteira. Para o empregador, que é quem paga, a conta já é diferente: bom, nós estamos 15 ou 16 dias em atrasos de salários, porque aqui no clube costuma se pagar dia 15. Então, há uma divergência de pensamento neste sentido. São coisas que nós temos que sentar, esclarecer e explicar para todo mundo. Não adiante nós ficarmos com novela ou com mentiras, a realidade pura é essa que eu estou passando para vocês, o pensamento de um lado é um, e o pensamento do outro é diferente. E nenhum dos lados está errado, só são coisas que têm que ser bem esclarecidas. Solução e confiança Comprometido com o ASA e com os torcedores alvinegros, o técnico Vica acredita numa solução rápida e no trabalho que a diretoria tem desempenhado para suprir as necessidades do clube. – Pela convivência que eu tenho no dia a dia com a diretoria, eu acredito que isso vai ser resolvido o mais rápido possível, até em menos tempo do que eu imagino. O presidente já falou, já mostrou e já fez isso, o clube não fica com dinheiro em caixa. O dinheiro que entra no caixa ele repassa para pagamento de jogadores e de fornecedores, então ele está procurando cumprir com as obrigações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *