25 de setembro de 2015

Vereadora Fátima Santiago propõe merenda diferenciada para alunos diabéticos, celíacos e hipoglicêmicos

A Câmara Municipal de Maceió aprovou, por unanimidade, na sessão desta quinta-feira (24), o Projeto de Lei de autoria da Vereadora Fátima Santiago (PP), que dispõe sobre a alimentação diferenciada a crianças portadoras de diabetes, doenças celíacas (alergia ao glúten), e hipoglicemia (redução do nível de açúcar no sangue), na merenda escolar em instituições da rede municipal de ensino. Segundo estatísticas, a diabetes é uma doença, com um número cada vez maior de diagnósticos ao ano. A hipoglicemia pode ocorrer tanto em indivíduos saudáveis, como em diabéticos, embora seja mais comum na diabetes descompensada. Já a doença celíaca, infelizmente, tem se tornando comum nos dias de hoje. “Os estudantes passam grande parte do tempo nas escolas, tornando fundamental o envolvimento das instituições de ensino nos cuidados necessários dessas crianças”, defende a parlamentar. O PL prevê que a alimentação especial deverá ser supervisionada por médicos e nutricionistas, todos pertencentes ao quadro permanente da Saúde do município. Os alunos postulantes ao cardápio diferenciado deverão apresentar comprovante de sua condição na unidade de ensino onde estão matriculados. “Uma alimentação adequada evita que a doença se agrave, o que poupa nossas crianças, e evita gastos desnecessários com tratamentos", conclui Santiago. O Projeto segue agora para sanção do Poder Executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *