25 de setembro de 2015

Trabalho integrado reduz índice de crimes violentos em bairros de Maceió

O trabalho integrado da Secretaria de Estado de Segurança Pública, envolvendo as policias Civil e Militar, tem contribuído para a redução da criminalidade nos bairros da capital alagoana. Segundo dados da secretaria, o número de crimes violentos letais intencionais caiu consideravelmente em 15 bairros de Maceió nos primeiros oito meses de 2015, em relação ao mesmo período do ano passado. Os crimes violentos letais intencionais incluem homicídios, latrocínios – assalto seguido de morte – e lesões corporais seguidas de morte. De acordo com dados da Segurança Pública, em oito localidades foi registrada a maior baixa na criminalidade: Benedito Bentes, Jacintinho, Tabuleiro do Martins, Clima Bom, Vergel do Lago, Levada e Santa Lúcia. Dos 15 bairros, a maior redução foi registrada no Jacintinho, lá, no ano passado foram registrados 67 crimes violentos letais intencionais e em 2015, 47; no Complexo Benedito Bentes, em 2014, as forças de segurança registraram 56, já em 2015, 51; no Clima Bom, no ano passado 36 CVLIs foram computados, e neste ano 28; no Tabuleiro do Martins, o índice reduziu de 33 para 21; no Vergel do Lago de 27 para 12 e no bairro da Levada foram registrados 21 em 2014 e 12 este ano. De acordo com o coronel Marcus Vinicius Gomes, coordenador geral de Políticas da Segurança Pública, também houve redução em outros seis bairros, como Jardim Petrópolis, Ponta Grossa, Chã da Jaqueira, Centro, Pinheiro e Pajuçara, mas em menor proporção. “A polícia está trabalhando ainda mais nessas localidades para reduzir, ainda mais, esses índices”, explicou Marcus Vinicius, afirmando que o trabalho está sendo intensivo no bairro Cidade Universitária, onde o índice não diminuiu. O coronel atribuiu a redução da criminalidade a diversas ações que estão sendo feitas pela polícia e que os números sinalizam uma resposta positiva à política do governo atual para a segurança pública. “Os dados de roubos e homicídios, principalmente, são focos prioritários do nosso trabalho, pois esse tipo de ocorrência está sendo e será severamente combatida com a presença cada vez mais intensa de nossas forças nas ruas”, finalizou o coronel Marcus Vinícius.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *