25 de setembro de 2015

Seminário discute técnicas e inovações na cultura da palma forrageira

Em parceria com a prefeitura de Batalha, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), realizou, nesta quarta (23) e quinta-feira (24), mais uma edição da Exposição Agropecuária de Batalha, a Expobatalha, que envolveu todos os municípios da Bacia Leiteira alagoana. Os pontos altos da programação foram a feira de equipamentos e implementos agrícolas e o I Seminário Alagoano de Cultura da Palma Forrageira. O seminário reuniu cerca de 350 técnicos e produtores de vários estados brasileiros para discutir novas formas de manejo, no sentido de incrementar a produção da palma, utilizada principalmente na alimentação do gado leiteiro. Na quarta-feira (23), no Polo Agroalimentar de Batalha, o encontro abordou os melhores processos de irrigação, sistemas de produção, planejamento forrageiro e dieta de vacas leiteiras à base de palma, em palestras ministradas pelo técnico Guilherme Costa Lima, da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), pelo agrônomo e consultor Paulo Suassuna, idealizador da Tecnologia de Cultivo Intensivo da Palma, pelo sócio e diretor técnico da Fazenda Eficiente, Sidnei Bezerra, e pelo professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Airon Aparecido. Nesta quinta (24), ainda dentro da programação do Seminário, a Seagri promoveu um Dia de Campo nas fazendas Padre Cícero e Timbaúba, no município de Cacimbinhas, onde os participantes puderam conhecer detalhes e inovações na gestão de pequenas propriedades rurais e no plantio mecanizado da palma forrageira. O secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, que participou do Dia de Campo desta quinta-feira, destacou a importância do seminário para os produtores de leite de Alagoas. “A cultura da palma tem um papel fundamental no bom desempenho do gado leiteiro e da agropecuária alagoana como um todo. Temos aqui técnicos e produtores de vários estados, o que comprova a importância do tema. Esse é mais um passo que o Governo de Alagoas dá no sentido de melhorar a produtividade do rebanho e a qualidade do leite produzido em nosso estado”, disse Vasconcelos. Na avaliação do superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri, Hibernon Cavalcante, o seminário realizado durante a Expobatalha, aliado a outras ações do Governo, terá reflexos positivos na economia do Estado. “Os conhecimentos passados aqui para técnicos e produtores se somam ao trabalho de melhoramento genético do rebanho, com os transplantes de embriões e fertilização in vitro que estamos desenvolvendo em Alagoas. Isso trará resultados significativos para a melhoria do rebanho em médio e longo prazo, onde poderemos disputar de igual para igual com outros estados”, disse o superintendente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *