3 de setembro de 2015

Medalhistas da Olimpíada Brasileira de Matemática serão premiados nesta quinta, 3

Estudantes, professores e unidades escolares de Alagoas com desempenho destacado na edição 2014 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) terão sua conquista reconhecida pelo Governo de Alagoas e Universidade Federal de Alagoas (Ufal), nesta quinta-feira (3). A solenidade de premiação começa às 9h, no auditório Aquatune, no Palácio República dos Palmares. Serão premiados 70 alunos medalhistas de prata e de bronze, 22 professores, 20 escolas e duas secretarias; todos são destaques da 10ª edição da Olimpíada. Dos 70 medalhistas, 24 são alunos da rede estadual, sendo 23 de bronze e um de prata, esta última conquistada pelo aluno Gabriel de Farias Neto, da Escola Estadual Adriano Jorge, de Arapiraca. Gabriel Neto é tri-medalhista da OBMEP no nível 2 – que corresponde aos 7º e 8º anos do Ensino Fundamental. Após receber menção honrosa em 2011, o aluno conquistou no bronze por dois anos consecutivos (2012 e 2013) e, em 2014 obteve medalha de prata. Professores e escolas – Na ocasião, também haverá premiação de professores e escolas públicas participantes do evento. Os 22 professores premiados na OBMEP receberão diplomas e assinaturas de revistas voltadas para professores de Matemática. Na rede estadual, serão premiados os professores Josué Lourenço de Alcantara, da Escola Álvaro Paes, em Coité do Noia; Marizilda Araujo da Silva, do Ceja Remy Maia, em Palmeira dos Índios; e Hartenia Gomes, da Escola Manoel de Matos, em Santana do Mundaú. Já as 20 escolas presentes receberão premiações que variam de kits esportivos, material didático e troféus. Dentre as unidades estaduais, serão premiadas as escolas Manoel de Matos (Santana do Mundaú), Padre Jefferson Carvalho (Arapiraca), Isídro Teixeira (Chã Preta), Belarmino Vieira Barros (Minador do Negrão), Artur Lopes Ferreira (Murici) Professora Joanita de Melo (Ouro Branco), Remy Maia (Palmeira dos Índios), José Sena Dias (Piranhas), Professora Maria Avelina do Carmo (Traipu) e Álvaro Paes (Coité do Noia). A Olimpíada – A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma iniciativa do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com apoio do Governo Federal, que visa estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área, investindo nos estudantes que demonstram potencial na área com bolsas de iniciação científica e formações. Todos os medalhistas da OBMEP participam de programas de iniciação científica e formação na área com professores da Ufal em Maceió e Arapiraca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *