11 de setembro de 2015

Legislação arrojada facilita vinda de empresa para Alagoas

O Governo do Estado tem incentivado a vinda de empresas para Alagoas. Durante uma entrevista coletiva concedida antes da inauguração da Fábrica da Portobello, em Marechal Deodoro, na manhã desta quinta-feira, 10, o governador Renan Filho falou do plano de investimentos que está sendo feito para atrair empresários para Alagoas e gerar novos empregos. O chefe do Poder Executivo exemplificou o novo empreendimento que foi inaugurado em Alagoas. Segundo ele, para ser instalado no Estado, o Grupo Pointer teve o incentivo fiscal do Programa Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin), que é um programa de desenvolvimento da indústria. “Nosso Estado tem uma das legislações mais arrojadas do país, no que concerne a isso e nós estamos trabalhando duro para simplificar para o empresário e racionalizar a tributação”, explicou o governador. Ainda segundo Renan Filho, toda vez que uma empresa vem pra Alagoas fazer um investimento dessa natureza, de R$ 200 milhões e gerar 400 empregos diretos, como a o Grupo Pointer, ela é incentivada pelo Governo para que o Estado tenha capacidade de atrair novos negócios. “Afinal de contas, é isso que o cidadão nos pede, nos cobra, por onde andamos. Pedem que nós criemos condição para receber investimentos privados e gerar para o povo alagoano”, finalizou.

Outras

Além da Portobello, Alagoas vai receber ainda outras oito indústrias satélites que trabalham com o setor cerâmico. São empreendimentos que mexem com paletes, resina, caixas de papelão. Renan Filho explicou que quando uma grande indústria se instala no estado, ela encadeia uma série de indústrias que atuam no mesmo segmento. "A Pointer/Portobello fará isso com Alagoas. Uma fábrica de cimento está quase concluída. Temos a Small Glass, a Ipaletes, fábricas de argamassa, ou seja, elas vão permitir que a cadeia produtiva de cerâmica avance muito em Alagoas. Temos gás natural barato, jazida de argila e tem muita gente querendo trabalhar e fazer sua parte", concluiu o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *