8 de setembro de 2015

Governador confirma inauguração da empresa Portobello na quinta-feira (10)

Em coletiva de imprensa concedida após o desfile cívico-militar em comemoração à Independência do Brasil na segunda-feira (7), o governador Renan Filho confirmou a inauguração da Fábrica da empresa Portobello no próximo dia 10, às 9 horas, no município de Marechal Deodoro, Litoral Sul do Estado. O empreendimento vai gerar 400 empregos diretos em Alagoas. De acordo com o chefe do Poder Executivo, o Governo está trabalhando para fortalecer as cadeias produtivas em Alagoas. “Nós temos aqui no Estado as cadeias da química e do plástico e outras cadeias muito importantes, como, por exemplo, a cadeia da cerâmica, que chega ao Estado com a inauguração da Portobello”, confirmou o governador. Ainda segundo Renan Filho, com a inauguração da Portobello, para a geração de quatro empregos diretos gerado lá, há pelo menos um criado de forma indireta. “Isso significa garantia da empregabilidade para as pessoas”, frisou Renan Filho. O governador informou também que o Governo está trabalhando fortemente para a instalação de uma fábrica da Duratex no Estado. Para ele, a Duratex é uma grande empresa nacional, que produz chapas de MDP e MDF, e assim vai fortalecer a cadeia produtiva do móvel no Estado e no Nordeste brasileiro e, por isso, fez questão de pessoalmente visitar 12 potenciais investidores em Alagoas. “Com a vinda dessas empresas para nosso Estado e fortalecendo a cadeia produtiva do móvel, podemos gerar uma vertente importante para a geração de empregos, oportunidades para as pessoas, de maneira que trabalhar cada setor com seus diferenciais competitivos, vencer as dificuldades específicas de cada área, nós podemos sim gerar empregos na indústria e fortalecer a economia como todo”, completou o governador Renan Filho. O Grupo Portobello é líder brasileiro em revestimentos cerâmicos. Com orçamento total de R$ 210 milhões, incluindo capital de giro, a fábrica está instalada numa área de 1 milhão de m², com 50 mil m² de área construída, e capacidade produtiva de 20 milhões de m²/ano. Isso representa um aumento de mais de 60% na capacidade produtiva do Grupo Portobello e visa atender principalmente o público do Norte e Nordeste brasileiro, que corresponde a 25% do mercado cerâmico nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *