10 de setembro de 2015

Corregedor-Geral da justiça do trabalho recebe diretoria do sindagro

O ministro Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho, João Batista Brito Pereira, recebeu na sede do Tribunal Regional do Trabalho 19ª Região, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Público Agrícola e Ambiental de Alagoas (Sindagro), Péricles Barros, e os diretores Marcos Dantas e Eduardo Tenório. Durante o encontro, os diretores do Sindagro entregaram um documento ao Corregedor, onde relata fatos e irregularidades ocorridas e que diretamente prejudicam aos empregados públicos da Companhia Alagoana de Recursos Humanos e Patrimoniais – CARHP, empresa estatal de economia mista, administrada pelo Estado de Alagoas, que é o seu gestor e responsável pelo custeio. A iniciativa, como afirma o presidente do Sindagro Péricles Barros, ocorreu em função do largo espaço de tempo decorrido entre as sentenças prolatadas e o seu não cumprimento. “São diversos processos que, transitado em julgado, tiveram sentença que garantiriam o direito dos associados, sem, contudo, não termos logrado êxito quanto ao cumprimento da mesma”. Na audiência, os representantes do Sindagro informaram ao ministro Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho, João Batista Brito Pereira, que há processos trabalhistas no TRT-19ª, com sentença prolatada a mais de 20 anos. Muito são os prejuízos causados pela mora, exemplificando, associados ora aposentados, não tiveram incluídos os reflexos pecuniários das sentenças, quando do cálculo de suas aposentadorias. Em razão do tempo de execução prolongado e sem previsão de data para liquidação destes créditos trabalhistas, a diretoria do Sindagro/AL fez solicitação junto ao Ministro Corregedor-Geral que promova as ações e meios necessários a conferir efetividade às sentenças, fazendo cumprir o que a Justiça tão bem decidiu, resguardando o bem-estar das famílias dos associados do SINDAGRO/AL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *