25 de setembro de 2015

Cooperativa do Vale do Mundaú fecha negócio durante feira de supermercados

A Cooperativa dos Produtores de Laranja Lima do Vale do Mundaú (Cooplal) firmou seu primeiro acordo comercial durante a XV Feira de Supermercados de Alagoas (Fesuper), encerrada nesta sexta-feira (25), no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no bairro de Jaraguá, em Maceió. De acordo com o presidente da Cooplal, Manoel Ferreira, a indústria de sucos e doces cristalizados Sabores do Vale passará a fornecer polpa de suco misto de laranja lima e limão para uma rede de restaurantes alagoana. O negócio, segundo o produtor, dificilmente teria sido concretizado se a cooperativa não tivesse espaço no estande da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) na Fesuper. “O representante da rede veio ao estande da Seagri, experimentou o nosso suco e ofereceu o negócio. Já levamos um carregamento e o suco já está no cardápio do restaurante. Eu mesmo fui até lá e pedi um suco”, disse Ferreira, sem esconder o orgulho. “O Governo do Estado nos abriu essa porta e foi uma grande felicidade pra cooperativa participar desse evento tão grande. Estamos nos sentindo privilegiados”, disse o presidente da Cooplal, entidade que recebe apoio da unidade de Arranjos Produtivos Locais (APL) Fruticultura do Vale do Mundaú. O gerente da Cooplal, Alisson Lourenço, conta que a indústria já dispõe do Selo de Inspeção Federal (SIF), que permite a comercialização dos produtos até para outros estados. “Nós passamos um ano adaptando a fábrica às normas do Ministério da Agricultura e aproveitamos para ampliar as instalações, apostando forte no suco de laranja lima com limão. Valeu a pena. Em janeiro, nossa expectativa é passar a produzir também polpas de suco de graviola, acerola e outras frutas do Vale do Mundaú. Devemos muito ao APL, que tem se dedicado muito à nossa região”, disse Lourenço. Na avaliação do secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, a Cooplal serve de exemplo para produtores de todos os segmentos. “O cooperativismo é, hoje, a melhor forma que os agricultores familiares podem encontrar para crescer, para aumentar sua produção e sua renda. A trajetória da Cooplal mostra essa realidade. E ficamos realmente muito satisfeitos em ter colaborado para o fechamento desse primeiro acordo comercial da cooperativa. Tenho certeza de que muitos outros estão por vir”, disse o secretário, durante visita à Fesuper na noite de quinta-feira (24).

Doce popular

Durante a conversa com empresários e investidores presentes à Fesuper, o secretário Álvaro Vasconcelos ouviu dos representantes da indústria Doce Popular, instalada nos municípios de Arapiraca e Limoeiro de Anadia, o compromisso de aquisição de toda a produção de goiaba da agricultura familiar no Agreste alagoano para industrialização. Em suas duas fábricas, a Doce Popular emprega mais de 500 pessoas. Seu público alvo está concentrado na região Agreste, mas a indústria pretende ampliar mercado a partir deste ano, com o lançamento de novas linhas de lanches, doces industrializados, pipocas e salgados. A Fesuper é voltada a empresários e profissionais dos setores de supermercados, panificações, hotelaria, restaurantes, bares e conveniências e oferece ferramentas para estreitar laços comerciais e parcerias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *