1 de setembro de 2015

Conheça mais sobre a valorização e o dia do educador físico

A relevância e a valorização são comemoradas todos os dias, mas especificamente hoje (1º) se celebra o Dia do Profissional de Educação Física. Por vezes lembrado apenas nas academias ou nas aulas de colégio, as áreas de atuação são diversas: são duas modalidades de formação, a licenciatura e o bacharelado, desde a formação inicial, técnica e de alto rendimento, como também a qualificação, por exemplo, em cinesiologia (estudo dos movimentos do corpo humano). Na Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), oito profissionais com experiências acumuladas, com a participação de 15 estagiários, planejam a execução de diferentes projetos, como o Praia Acessível, Viva Vôlei e o Lazer na Praça, além do funcionamento do Viva Vila, na Vila Olímpica Lauthenay Perdigão, no Village Campestre. “Temos uma equipe com diferencial gigantesco, pois o nossa desempenho nas ações de esporte e lazer é resultado do envolvimento de todos os profissionais e estagiários de educação física. Quero deixar meu agradecimento à equipe Semel e estendo esse sentimento a todos os estudantes, professores e profissionais alagoanos”, parabenizou o titular da Semel, Antônio Moura. Ainda na Vila, um funcionário com 19 anos de carreira na Prefeitura – 12 deles dedicados à Semel – tem um histórico dentro e fora do serviço público. Formado em 1982, Sérgio Floering já deu aulas de natação, foi técnico da Seleção Alagoana de Handebol e presidente da Federação de Desporto Universitário (Fadu). Primeiro gestor da Vila Olímpica, Sérgio mantém o ânimo como força de condução no trabalho dele e dos estagiários. “Não desistir diante dos problemas que vão surgindo na faculdade e no começo da jornada no mercado de trabalho é essencial para a conquista da valorização da nossa profissão. Eu lembro que há 30 anos as pessoas achavam que toda atleta era um profissional de educação física e não é bem assim. Hoje, a importância do profissional deve ser reconhecida porque lidamos com o desenvolvimento e prevenção física e emocional das pessoas”, resumiu ele. Com um quadro variado de atividades gratuitas na Vila, Sérgio não se esforça para lembrar como tem sido gratificante faz parte de uma equipe que tem gerado mudanças na vida pessoas em torno da Vila. “Todos nós temos problemas, mas não desistimos e é isso faz o engradecimento de fazer parte da Semel. Nunca tivemos tantos projetos sendo realizados atendendo crianças, donas de casas e muitos jovens. Um dos motivos que me orgulho como educador físico é saber da importância de ajudar as pessoas”, disse. Sérgio se prepara para assumir, ainda este semente, um novo desafio na Semel. “Outra grande oportunidade foi confiada a mim e vou fazer corresponder a essa proposta com a mesma paixão que tenha pela Vila Olímpica”, concluiu. Comemoração A celebração em torno do Dia do Profissional de Educação Física ocorre por coincidir com a instituição da Lei Federal nº 9696, em 1 de setembro de 1998, que regulamentou a Profissão de Educação Física e criou os Conselhos Federais e Regionais de Educação Física. De acordo com o Conselho Federal de Educação Física, (Cref) o profissional de Educação Física é identificado pelas denominações: professor de educação física, técnico desportivo, treinador esportivo, preparador físico, personal trainner, técnico de esportes, treinador de esportes, preparador físico-corporal, professor de educação corporal, orientador de exercícios corporais; monitor de atividades corporais, motricista e Cinesiólogo. No domingo (30), na Rua Fechada da Ponta Verde, ações realizadas pelos Conselhos Regionais de Educação Física (Cref) e Nutrição (CRN), em parceria com diversas instituições, com o apoio da Semel, lembraram a passagem dos dias do Nutricionista e do Educador Físico – dia 30 de agosto e 1 de setembro. “Ano passado as comemorações foram realizados no Lazer na Praça do Centenário e, como poderia de ser, reafirmamos o nosso apoio aos conselhos”, concluiu Moura. A grande proposta foi, segundo o presidente do Cref/Al, Stranley Magalhães, alertar a todos sobre as atribuições dos educadores físicos e nutricionista. “Cada um possui sua especificidade e por isso o domingo foi de conscientização e valorização profissional com atividades variadas e participativas”, ponderou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *