4 de setembro de 2015

Com qualidade e preço baixo, Feira do Peixe Vivo atrai muitos consumidores

A qualidade do pescado e o preço abaixo da tabela foram os principais atrativos apontados pelos consumidores que estiveram nesta sexta-feira (4), no Parque da Pecuária, para o primeiro dia da Feira do Peixe Vivo. De acordo com os técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), órgão responsável pela organização da feira, cerca de 800 pessoas passaram pelo local entre as 7h e 14h. A expectativa para este sábado (5), último dia da feira, é de que pelo menos o dobro de pessoas compareça ao Parque da Pecuária, no bairro do Prado. A iniciativa do Governo do Estado em aproximar o pequeno produtor de pescado e o consumidor alagoano foi destacada pela professora de Nutrição da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) Maria Alice Araújo Oliveira, que levou sua mãe, Cordélia Araújo, à feira. “Eu sempre prestigio a Feira do Peixe Vivo. Aqui, a gente sabe que vai encontrar um produto fresco, sabe a sua procedência e sabe que está contribuindo com a geração de renda para a agricultura familiar”, destacou. “Fiquei mais feliz ao ver que também estão aqui as barracas de produtos orgânicos. Estou aproveitando para levar também legumes frutas e verduras saudáveis. Isso casa perfeitamente com a proposta da Feira do Peixe Vivo”, afirmou a professora, destacando a presença dos agricultores familiares de Branquinha e Murici ligados à unidade de Arranjos Produtivos Locais (APL) Fruticultura do Vale do Mundaú.

Limpeza

Outro fator apontado pela maioria dos frequentadores da feira é a limpeza do local. “O espaço é arejado, limpo, sem tumulto. A gente não sente nenhum cheiro desagradável nem vê sujeira pelo chão. Está tudo muito organizado”, disse a dona de casa Maria José de Lima. Quem foi à feira para vender seu produto também ficou satisfeito com o resultado, como o aquicultor familiar José Cícero, do município de Junqueiro. “Trouxe 440 quilos de peixe para a feira e só hoje já vendi uns 350 quilos. Para nós, já é um sucesso”, disse. Os elogios de quem comprou e de quem vendeu seu pescado na feira encheram de orgulho o superintendente de Aquicultura da Seagri, Manoel Sampaio. “Para nós, técnicos, é uma satisfação pessoal muito grande. A feira está sendo como todas deveriam ser: com preço baixo, música, higiene e conforto. No sábado teremos muito mais gente aqui na Pecuária e peixe não vai faltar”, disse Sampaio. Segundo o secretário da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, a partir do sucesso verificado nas duas edições da feira em 2015, a proposta do Governo do Estado em 2016 é realizar o evento a cada três meses. “Beneficiando as duas extremidades da cadeia produtiva do pescado, a Feira do Peixe Vivo atende às orientações do governador Renan Filho de incentivar a diversificar da produção rural em Alagoas, com foco no agricultor familiar e no consumidor final. Com isso, nada seria mais justo do que promover a feira quatro vezes ao ano. É isso que queremos fazer em 2016”, explicou Vasconcelos. A Feira do Peixe Vivo volta a acontecer neste sábado (5), no Parque da Pecuária, localizado na avenida Siqueira Campos, bairro do Prado, em Maceió, das 7h às 14h. Lá, o público poderá encontrar diversas variedades de pescado, como tambaqui, tilápia, carpa, pescada, serra, camarão, ostras, sururu, entre outras espécies. A grande atração são os exemplares de carpa, tilápia e tambaqui que podem ser escolhidos ainda vivos. Em área reservada, afastada do local da venda, o consumidor também pode solicitar, gratuitamente, a limpeza do pescado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *