10 de janeiro de 2019

Vencedores do Prêmio de Inovação em Economia Circular serão conhecidos na segunda

Após grande expectativa, serão conhecidos nesta segunda-feira (14) os vencedores da primeira edição do Prêmio Inovação em Economia Circular, nas categorias Instituições de Pesquisa, Organizações da Sociedade Civil, Iniciativa Privada e Empreendedores Individuais. A solenidade será às 9h, na Prefeitura de Maceió, e vai contar com a presença dos parceiros do Projeto ‘Maceió Mais Inclusiva através da Economia Circular’, entre eles a Braskem.

Além de receber a premiação, que vai de R$ 15 mil a R$ 30 mil, os vencedores irão apresentar seus projetos para divulgar o propósito das ações, com foco na utilização dos resíduos, voltadas à qualificação das cadeias produtivas da pesca no Jaraguá e sururu no Vergel, objetivando melhorar a qualidade de vida da população ligada a essas atividades.

Sobre o projeto

O ‘Maceió Mais Inclusiva através da Economia Circular’ foi estruturado como um projeto de valorização das cadeias tradicionais do sururu e da pesca artesanal, com o aumento do valor agregado dos pescados, reaproveitamento dos resíduos como insumos em novas cadeias produtivas, geração de emprego e renda e diminuição do impacto sobre o meio ambiente local.

É uma parceria entre a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet), Secretaria Municipal de Governo (SMG), Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum), e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), atrav&eac ute;s do Fundo Multilateral de Investimento (Fumin), sendo executado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) com o apoio da Braskem, Agência de Fomento de Alagoas – Desenvolve, Sebrae em Alagoas e a Universidade Politécnica de Madrid (UPM).

Sobre a Braskem

Com uma visão de futuro global, orientada para o ser humano, os 8 mil Integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico. É a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e receita líquida de R$ 50 bilhões em 2017.

Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Mariana Lima/Algo Mais Consultoria e Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *