29 de novembro de 2018

BPC: Semas Maceió amplia recadastramento dos beneficiados para os sábados

Atendimento ampliado de revisão cadastral do BPC acontece aos sábado, no horário de 8h às 12h (Foto: Ascom Semas/Arquivo)

Para atender as mais de 10 mil pessoas inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) em Maceió que ainda não passaram pelo processo de revisão cadastral para inclusão no Cadastro Único para programas sociais (CadÚnico), a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) está ampliando o atendimento nas unidades referenciadas para os sábados.

O prazo para revisão cadastral termina no dia 31 de dezembro como determina o Decreto nº 8.805/2016, que tornou obrigatória a inscrição de beneficiários e requerentes e de suas famílias no Cadastro Único para concessão e manutenção do BPC.

A secretária de Assistência Social de Maceió, Celiany Rocha, destaca que a proposta é facilitar o acesso de idosos e pessoas com deficiência que recebem o benefício ao recadastramento. “Como ainda temos um número de grande pessoas que não passou pela revisão, estamos ampliando os atendimentos aos sábados para evitar que alguém perca o prazo e, consequentemente, o benefício”, ressaltou a gestora.

Ao todo, 10 equipamentos sociais em vários pontos da capital estão disponíveis exclusivamente para o recadastramento, no horário de 8h às 12h. Os atendimentos ampliados tiveram início no último sábado e seguem nos dias 1°, 8 e 15 de dezembro.

O BPC é um benefício que garante um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso de baixa renda com 65 anos ou mais. Em Maceió, 30.683 pessoas recebem este benefício, sendo 8.839 idosos e 21.844 pessoas com deficiência – segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Destes, mais de 10 mil beneficiários ainda não se recadastraram e nem estão inseridos no CadÚnico.

“Já fizemos ações itinerantes nas instituições que atendem idosos e pessoas com deficiência, busca ativa nos equipamentos sociais da capital e agora estaremos atendendo aos sábados para que ninguém corra o risco de perder o benefício”, disse Celiany Rocha.

O beneficiário que vai fazer a revisão cadastral precisa apresentar original e cópia dos seguintes documentos: comprovante de residência, carteira de identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, contra-cheque (principalmente, sendo servidor público), certidão de casamento ou divórcio, certidão de óbito (do integrante falecido) dos integrantes adultos da família, certidão de nascimento, cartão de vacina (0 a 7 anos), declaração da escola (6 a 17 anos) e a declaração do Conselho Tutelar ou Termo de Guarda para os responsáveis dos menores, caso o pai ou mãe não integrem a família.

Confira os endereços das unidades de atendimento aos sábados:

Sede do Cadastro Único – Rua Barão de Atalaia, 753, Poço;

Unidade descentralizada do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família Benedito Bentes – Quadra P, sem número, Conjunto Residencial Selma Bandeira (na segunda rua à esquerda, após a Base Comunitária da Polícia Militar);

Cras Área Lagunar: Rua Agnelo Barbosa, 527 – Prado;

Cras Cidade Sorriso: Conj. Cidade Sorriso 1, nº 100 – Benedito Bentes;

Cras Denisson Menezes: Av. Alice Caroline, 43, Vila Olímpica Lauthenay Perdigão, Village Campestre II – Cidade Universitária;

Cras Fernão Velho: Praça São José, 37 – Fernão Velho;

Cras Pitanguinha: Rua Cônego Tobias S/N – Pitanguinha;

Cras Santos Dumont: Rua Roldão de Siqueira Fortes, 710;

Cras Sônia Sampaio: Rua Jarbas Andrade Cabral, 119 – COHAB – Jacintinho;

Cras Terezinha Normande: Rua José Jorge de M. Gonçalves, S/N – Cj José da S. Peixoto, Jacintinho.

Flávia Duarte/Ascom Semas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *