9 de janeiro de 2018

AMA apoia pequeno produtor para fortalecimento da economia

IMG_2843Com o objetivo de fortalecer a economia e diminuir o êxodo rural, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, afirmou que a entidade tem interesse em apoiar cooperativas com pequenos produtores rurais. O anúncio foi feito durante a visita de representantes da Cooperativa Agropecuária de Produtores de Leite Familiar da Bacia Leiteira de Alagoas, a Coopaz, e os gestores do Laticínio Mainha, na manhã desta terça-feira (09).

O apoio já é realizado pelo Governo de Alagoas que fez um aporte com recursos próprios de mais de R$ 15 milhões para manter vivo o Programa Estadual de Aquisição de Alimentos, o PAA Alagoas. “O governador Renan Filho tem feito um esforço muito grande para movimentar a economia dos pequenos produtores familiares. Por isso, queremos conhecer melhor o trabalho das cooperativas e apoiar da forma que for possível”, afirmou Wanderley.

Além de garantir sustento e a melhoria de vida para centenas de famílias, a agricultura familiar desenvolve os municípios e fixa os moradores na sua terra natal. “Os produtores maiores têm apenas 10 vacas de leite e toda a família trabalha no negócio. É importante que as pessoas consigam sobreviver no seu lugar de origem, porque antes disso precisavam se deslocar para outra região para ganhar o pão”, explicou Sebastião Ferreira, presidente da Coopaz.

A cooperativa já tem mais de 10 anos no mercado com sede em Batalha e beneficia 600 pequenos agricultores. Osmando Xavier, gerente do Laticínio Mainha, é um dos empresários que tem apoiado as cooperativas dos pequenos produtores auxiliando na industrialização, distribuição e logística dos produtos para que cheguem até a merenda escolar nos municípios alagoanos. “Nossa empresa pode aumentar a capacidade e atender mais cooperativas”, afirmou. Através dessa união de esforços, os municípios podem cumprir a legislação que determina a compra de 20% dos produtos da merenda escolar dos pequenos produtores locais.

Fonte: Ascom AMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *