14 de dezembro de 2017

Saúde sexual – quatro estimulantes naturais mais importantes das últimas décadas

Em casos de problemas sexuais, muitas pessoas recorrem aos métodos naturais, será que funcionam?

Em casos de problemas sexuais, muitas pessoas recorrem aos métodos naturais, será que funcionam?

Em estudo publicado ano passado pelo jornal científico Journal of Adolescent Health 30% dos jovens apresentam problemas sexuais geralmente associados a pessoas mais velhas. Já a terceira edição do estudo National Survey of Sexual Attitude and Lifestyles realizado na Grã-Bretanha, de 2.392 jovens britânicos com idade entre 16 e 21 anos, 1.875 eram sexualmente ativos e deste número, 34% dos homens e 44% das mulheres declararam apresentar algum problema sexual duradouro (por pelo menos três meses).

Após diagnóstico do problema sem agravações físicas, muitos casais podem ser orientados a algum tratamento que envolva psicoterapia. Mas e quanto aos estimulantes sexuais naturais? Atualmente, há no mercado, fitoterápicos à base de plantas naturais e até mesmo a planta in natura pode ser encontrada. Utilizar essas plantas ajuda e realmente beneficia a saúde?

Há algumas plantas que têm sido reverenciadas ao longo de décadas. Conheça 4 agentes naturais e suas principais propriedades e ação para resolver problemas sexuais.

1 – Catuaba

Embora essa planta esteja principalmente associada à estimulante sexual, a catuaba é uma planta medicinal brasileira que pode tratar diversos problemas como: bronquite, depressão, estresse, insônia, fraqueza, falta de memória, fadiga, entre outros.

Já no que se refere às propriedades afrodisíacas, a Catuaba combate os problemas da disfunção erétil, frigidez e falta de libido.

De acordo com pesquisa realizada pelo botânico Gil Felippe, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a Catuaba tem influência comprovada sobre a libido sexual. Em pesquisa conduzida com coelhos, o pesquisador conseguiu comprovar que a casca e folhas da planta agiam como importante estimulante sexual.

2- Ginseng da Malásia

Cientificamente, a planta é também conhecida como Eurycoma Longifolia. Esta é uma erva medicinal amplamente conhecida em países asiáticos, com foco na Malásia e Indonésia. O extrato das raízes da planta é um poderoso estimulante sexual que pode tratar os problemas de impotência e disfunção erétil. No homem, os fotoquímicos aumentam os níveis de testosterona, promovendo a excitação sexual e melhora da fertilidade.

O aumento nos níveis de testosterona, também faz com que o ginseng da malásia também seja indicado para o ganho de massa muscular e melhora na performance durante os treinos. Entre as mulheres, a planta pode auxiliar na melhora dos sintomas da TPM e menopausa. Também atua como estimulante sexual e aumenta a fertilidade. Outra propriedade importante desta planta é a diminuição nos níveis de colesterol no sangue, além de prevenir a retenção de líquidos.

3 – Maca Peruana

Este é um alimento, visto inicialmente como uma espécie de rabanete que crescia nos vales dos Andes. Em 2001, após estudo realizado pelo endocrinologista Gustavo Gonzales, da Universidade Cayetano Heredia, ficou comprovado que este super alimento também era um poderoso estimulante sexual.

Além de estimulante sexual, a maca peruana age aumentando o número de espermatozóides com qualidade. Dentre o público feminino, a planta também alivia os sintomas da TPM e menopausa, atuando na redução do estresse. O alimento também é rico em importantes nutrientes como: potássio, magnésio, sódio, proteínas, fibra, cálcio e ferro, se tornando um importante repositor de energia.

 4 -Tribulus Terrestris

Dentre os estimulantes sexuais, essa planta tem sido a mais reverenciada. De acordo com o portal especializado em produtos naturais, Online Farma, o Tribulus Terrestris é uma erva daninha, encontrada principalmente na Europa e região do Mediterrâneo.

Tanto em homens e mulheres, o Tribulus Terrestris age como estimulante sexual. Em homens, essa planta atua principalmente no tratamento do problema disfunção erétil e em mulheres age minimizando dores menstruais. O composto da erva também é usado para o aumento de massa magra.

Essa planta, embora muito procurada, ainda está em fase de pesquisas para a comprovação de seus efeitos.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *