9 de agosto de 2017

União dos Palmares: ‘Agosto Lilás’ alerta para violência contra a mulher

20638543_1582207468485796_2764155354289277515_nA prefeitura de União dos Palmares iniciou nessa terça-feira, 8, através da Secretaria de Inclusão Social e da primeira-dama do município, Gabriela Yasmine Freitas, a programação oficial do “Agosto Lilás”, mês de conscientização sobre violência contra a mulher. “Precisamos unir forças nesta causa tão importante que é o combate a essa triste realidade que a mulher ainda é obrigada a enfrentar nos dias de hoje. Desde que o Kil assumiu este atual mandato já temos em mente desenvolver ações em prol do coletivo feminino”, disse a primeira-dama em sua fala na solenidade de abertura.

O evento, que ocorreu no 11º aniversário da Lei Maria da Penha, contou com palestras referentes à temática. O prefeito Kil Freitas demonstrou o interesse da gestão em abrir espaço para ações em prol do bem estar da mulher, destacando a inauguração do novo Centro de Atendimento à Mulher, que vai ocorrer nos próximos dias, prestando toda assistência necessária à comunidade feminina, com profissionais de especialidades físicas e psicológicas que estarão a total disposição e ainda uma estrutura física totalmente pronta para atender a demanda da população.

“União precisa se atualizar no tempo, ter ações voltadas às causas femininas. A violência contra mulher é uma situação que ainda é muito velada neste país. Precisamos oferecer todo suporte para que a mulher possa se sentir amparada e segura para buscar ajuda”, disse Kil. Já o secretário Antônio Rosendo enfatizou da importância da lei Maria da Penha e de políticas públicas que auxiliem nesta causa.

Estiveram presentes também os secretários de educação, saúde e indústria e comércio, respectivamente, Rimelc Shirley, Filipe Almeida e Neide Mitomari. As palestras foram ministradas pela Presidente da Quinta Subsecção da OAB, Dra. Magda Fernanda, e Defensora Pública do Estado de Alagoas, Andressa Wanderley, ambas sobre os direitos jurídicos e contexto atual da violência contra a mulher.20638660_1582207871819089_2737489432486610570_n

Em tempo
Apenas em 2016, o Ministério Público apurou em Alagoas 3.699 casos de violência contra a mulher sob a forma da Lei Maria da Penha. No Brasil, são registrados em média 13 assassinatos de mulheres por violência doméstica por dia.

Onde denunciar
A denúncia de violência doméstica pode ser feita em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência, ou pela Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180), serviço da Secretaria de Políticas para as Mulheres. A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país. Para proteger e ajudar as mulheres a entenderem quais são seus direitos, em 2014, a Secretaria lançou um aplicativo para celular (Clique 180) que traz diversas informações importantes, como os tópicos da Lei Maria da Penha. (Fonte: planalto.gov)

Leonardo Bastos/Secom União dos Palmares

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *